No Quênia, crianças da Infância e Adolescência Missionária encontrarão o papa

Por POM, com Fides
A girl makes an offering during Mass marking Missionary Childhood Day in Nairobi, Kenya, Feb. 19. Held annually by the Pontifical Missionary Childhood society, the outdoor service drew more than 30,000 children from around the Archdiocese of Nairobi. (CNS photo/Nancy Wiechec) See KENYA-CHILDREN and KENYA-PMC

Uma menina faz uma oferenda durante a celebração no dia da Infância Missionária em Nairóbi, Quênia.(Foto: Nancy Wiechec)

Esta semana o papa Francisco visitará o Quênia, e nada foi deixado ao acaso para a sua acolhida naquele país africano. Os organizadores estão trabalhando com afinco para garantir que a visita histórica se realize sem problemas. Na periferia de Nairóbi encontra-se Kibagare, uma das maiores favelas do mundo.

000 a a a ima quenia2

Grupo de crianças que participaram na reunião da Infância Missionária em Nairóbi. (Foto: CANAÃ)

Este será um dos lugares visitados pelo papa onde pronunciará um discurso em continuidade com o que proferiu aos movimentos populares na Bolívia. Em Kibagare, 28 crianças da Pontifícia Obra da Infância e Adolescência Missionária (IAM) da Igreja de Santa Catarina de Sena estarão entre os poucos que terão o privilégio de uma interação direta com o Pontífice. Os menores têm entre 7 e 12 anos. Provêm das favelas e foram chamados e preparados pelos assessores dos grupos da IAM para estarem com o papa, que expressou o desejo de encontrar crianças provenientes de regiões pobres.

As Pontifícias Obras Missionárias ensinam a fé católica aos menores, promovendo seus direitos e ajudando-os na instrução, fornecendo assistência em situações em que sofrem por vários motivos.

Fonte: POM
TagsIAMPOM

Deixe uma resposta

dezoito + 5 =