Seminaristas de São Paulo encerram Congresso Missionário e divulgam carta compromisso

Mais de cem seminaristas do Estado de São Paulo se reúnem em Guarulhos e refletem sobre as dimensões formativas dos presbíteros.

Por Assessoria de Imprensa

Com o objetivo de fomentar a consciência missionária nos seminários e casas de formação, os participantes do 2º Congresso Missionário Estadual de Seminaristas do Regional Sul 1 da CNBB (São Paulo), divulgaram uma carta compromisso destinada às dioceses paulistas.

seminaristassaopauloguarulhos1Promovido pelo Conselho Missionário de Seminaristas (Comise) e motivado pelo tema “Formação presbiteral para uma Igreja em saída”, o evento reuniu entre os dias 29 de junho a 3 de julho, na paróquia Santuário Nossa Senhora do Bonsucesso, em Guarulhos (SP), 115 seminaristas de 28 dioceses do Estado de São Paulo.

Ajudado por assessores, as reflexões seguiram as cinco dimensões formativas dos presbíteros: comunitária, espiritual, intelectual, humano-afetiva e pastoral-missionária. A programação incluiu visitas missionárias às famílias das paróquias Nossa Senhora do Bonsucesso e Nossa Senhora Aparecida, em Guarulhos.

Carta compromisso

“Promover em nossas casas de formação, espaços de iniciação ao discipulado-missionário, condição comum de todo batizado e não opção de alguns, como: celebrações missionárias, campanhas de coleta missionária, murais comunitários, novenas missionárias”, diz um trecho da carta que propõe também: “Realizar experiências de missão que estimulem o espírito missionário, seja na prática de atenção e cuidado com os membros da casa, seja no espírito de oração pelas necessidades universais da Igreja, pela missão ad gentes”. (Confira a íntegra da carta no final desta notícia)

O Congresso

“O espírito missionário do Congresso marca a vida da Igreja. No movimento de ir ao encontro dos que sofrem e são excluídos, o missionário é aquele que apresenta a pessoa de Jesus”, explicou dom Esmeraldo Barreto de Farias, bispo auxiliar de São Luís (MA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB. O bispo refletiu sobre as dimensões humano-afetiva e pastoral-missionaria da formação.

O seminarista Erickson Ramos da Silva, da diocese de Jundiaí (SP), um dos organizadores do evento, avaliou positivamente a iniciativa que, segundo ele, congregou os seminaristas no discipulado e na missão de Cristo para uma Igreja em constante saída: “reunir e juntar para depois enviar”, explicou.

Coordenação do Comise Regional

No final dos trabalhos foi escolhida a nova coordenação do Conselho Missionário de Seminaristas (Comise) Regional Sul 1, que ficou assim constituída: Thiago Henrique da Silva Guimarães de Freitas (arquidiocese de Aparecida); Ítalo Sá de Souza (diocese de Guarulhos); Armando Nochetti (diocese de Presidente Prudente); Alcides Pizeta (arquidiocese de Ribeirão Preto); Maykom Sammuel Alves Florencio (arquidiocese de São Paulo); Fábio Ribeiro Donizetti (diocese de Lins); Danilo Cordeiro Silva (diocese de Marília) e Raphael Felipe Silva (arquidiocese de Aparecida). Representa os religiosos, José Ivanildo de Oliveira Melo (salesiano).

O assessor do Comise é o padre Hechilly de Brito Timóteo (diocese de Guarulhos).

O 3º Congresso Missionário Estadual de Seminaristas do Regional Sul 1, acontecerá nos dias 30 de junho a 4 de julho de 2017, no Santuário Nacional de Aparecida (SP).

2º Congresso Missionário Estadual de Seminaristas

Regional Sul 1 da CNBB

Carta Compromisso

Aos nossos pastores, formadores, irmãos seminaristas, religiosos e leigos envolvidos nas atividades missionárias do Regional Sul 1 (estado de São Paulo), paz e alegria!

Motivados pelo tema: “Formação Presbiteral para uma Igreja em Saída”, e o lema: “A partir do testemunho de alegria e de serviço de vocês, façam florescer a civilização do amor”, nós seminaristas do Regional Sul 1 da CNBB, estivemos reunidos entre os dias 29 de junho à 03 de julho de 2016, no Santuário Nossa Senhora do Bonsucesso, diocese de Guarulhos (SP), para o 2º Congresso Missionário Estadual de Seminaristas.

Somamos mais de 110 congressistas, sendo 104 seminaristas diocesanos e religiosos de 28 dioceses. Estiveram presentes: dom Edmilson Caetano, bispo diocesano de Guarulhos; dom Esmeraldo B. de Farias, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial e do Conselho Missionária Nacional (Comina); dom José Luiz Bertanha, bispo referencial do Conselho Missionário Regional (Comire) Regional Sul 1; Maria de Fátima da Silva, coordenadora do Comire Regional Sul 1; padre Everton Aparecido da Silva, assessor Comire; padre Jaime C. Patias, secretário da Pontifícia União Missionária; representantes da Juventude Missionária; Obras do Cenáculo Missionário; padre Leandro Santos, presidente da OSIB Regional Sul 1; padre Antônio Ramos do Prado, SDB, assessor nacional da juventude; padre Leonardo Lucian Dall Osto (da diocese de Caxias - RS), e diversos outros presbíteros e leigos, aos quais agradecemos pelo apoio e comunhão na nossa caminhada formativa

Ajudados pelos assessores, aprofundamos o tema e lema do Congresso a partir das cinco dimensões propostas pelas Diretrizes para a Formação dos Presbíteros (Doc. 93 CNBB), a saber: Formação humano-afetiva; comunitária; espiritual; pastoral-missionária; intelectual.

Compreendemos ser urgente aperfeiçoar itinerários de acompanhamento humano-afetivo em nossas casas de formação que nos ajude a sermos homens íntegros e integrados, capazes de relações humanizantes, abertos, cordiais e felizes. Fortalecer nossa vida comunitária onde “os vários membros do seminário, reunidos pelo Espírito numa única fraternidade, colaborem, cada qual segundo o dom que recebeu para o crescimento de todos na fé e na unidade” (PDV, 60). Entendemos que a vida missionária exige uma profunda formação espiritual. Jesus nos chama para “ficar” com Ele (Jo 1,39; Lc 5,1‐11). “O encontro com Jesus Cristo” é, portanto, o primeiro aspecto na formação de discípulo missionário (DAp 278); sentimos a necessidade de uma sólida formação intelectual que nos ajude a dialogar com o mundo pós-moderno. Movidos pela inteligência, do coração e do desejo de Deus, somos chamados a percorrer, com Jesus, a aventura da contemporaneidade sem medo, cheios de entusiasmo, disponíveis a soluções novas; “A Igreja existe para evangelizar”, e a nossa formação só tem sentido se estiver a serviço da pastoral-missionária, conforme o mandato de Jesus de anunciar a Boa Notícia a todos os povos (Mt 28, 19-20).

Para nos guiar na tarefa de aprofundar nossa formação pessoal e empenho missionário elegemos três imagens bíblicas:

A pastoral - Bom Pastor: “Ouvir e seguir a voz de Cristo Bom Pastor, deixando-se atrair e conduzir por Ele e consagrando-Lhe a própria vida, significa permitir que o Espírito Santo nos introduza neste dinamismo missionário, suscitando em nós o desejo e a coragem jubilosa de oferecer a nossa vida e gastá-la pela causa do Reino de Deus. A oferta da própria vida nesta atitude missionária só é possível se formos capazes de sair de nós mesmos” (Papa Francisco - 52º Dia Mundial de Oração pelas Vocações, 2015).

A nova evangelização - o semeador: ir às “fronteiras” geográficas e existenciais, atravessar para “a outra margem” para encontrar quem está em necessidade (Mt 8, 28). Semear com largueza de coração, cultivar pacientemente como o agricultor, esperar que Deus faça brotar e produzir frutos. “Não deixemos que nos roubem a alegria da evangelização! (EG 83).

Missão ad gentes - o pescador: abraçar o desafio de uma espiritualidade missionária, que nos retire do perigo da autorreferencialidade, do desânimo egoísta, de uma preocupação exacerbada pelos espaços pessoais de autonomia, relaxamento, que causam um declínio do fervor (EG 78). “Não nos deixemos roubar o entusiasmo missionário!” (EG 80)

Como compromissos a serem assumidos em vista da animação missionária comunitária, apontamos:

Despertar em nossas comunidades uma verdadeira “cultura do encontro”, no qual a partilha da vida e missão nos anime na caminhada, imitando a alteridade e gratuidade de Cristo que, “sendo rico, se fez pobre para nos enriquecer com sua graça” (2 Cor 8, 9). “Não deixemos que nos roubem o ideal do amor fraterno!” (EG 101).

Promover em nossas casas de formação, espaços de iniciação ao discipulado-missionário, condição comum de todo batizado e não opção de alguns, como: celebrações missionárias, campanhas de coleta missionária, murais comunitários, novenas missionárias. “Não deixemos que nos roubem a força missionária!” (EG 109).

Realizar experiências de missão que estimulem nossos irmãos no exercício do espírito Missionário, seja na prática de atenção e cuidado com os membros da casa, seja no espírito de oração pelas necessidades universais da Igreja, pela missão ad gentes.

Criar mecanismos de maior diálogo com os bispos de nossos regionais, no sentido de obter apoio para a criação dos Comises, Comidis e Comipas; estabelecer comunicação, envolvimento e partilhas mais frequente com a CRB; ampliar os espaços e momentos de animação missionária com o Comire; ter maior apoio, presencial e formativo da OSIB.

Ao concluirmos estes dias de graça, nossa equipe executiva ganhou uma nova formação, com a ampliação dos membros dentro do Comise do Regional Sul 1. Por fim, queremos agradecer, na pessoa de dom Edmilson Caetano, à diocese de Guarulhos, aos seminaristas, formadores, presbíteros, religiosas e leigos pela acolhida generosa. Um agradecimento especial ao padre Carlos Vicente de Lima e padre Thiago Ramos dos Santos, do Santuário Nossa Senhora do Bonsucesso; ao padre Salvador A. de Brito, da Paróquia Santa Cruz e N. S. Aparecida; padre Hechilly de B. Timóteo, assessor do Comidi; ao seminarista Erickson R. da Silva, da diocese de Jundiaí pelo serviço prestado como Coordenador do Comise neste período e aos demais membros da executiva pela preparação deste Congresso. Agradecemos ainda aos bispos que enviaram seus seminaristas, confiando na seriedade de nosso trabalho bem como aos movimentos e entidades missionárias que se dispuseram a estabelecer diálogo e colaboração para com os Comises.

Que a Imaculada Conceição, a Virgem do Bonsucesso, nos eduque no caminho do discipulado missionário e nos ajude a sermos fiéis a estes propósitos. Assim seja.

Os seminaristas participantes do 2º Congresso Missionário Estadual do Regional Sul 1 da CNBB.

Guarulhos, 03 de julho de 2016

Fonte: CNBB Regional Sul 1

Deixe uma resposta

17 − 16 =