Moçambique ganha um novo bispo Missionário da Consolata

Por Paulo da Conceição Mzé *

Moçambique ganha um novo bispo Missionário da ConsolataDom Osório Citora Afonso, missionário da Consolata, foi ordenado bispo neste domingo, 28 de janeiro, na Arquidiocese de Nampula, em Moçambique. A celebração eucarística solene com o rito de ordenação, começou as 09h, horário local, no Pavilhão de Esportes do Clube Ferroviário, time da cidade local. O novo bispo auxiliar da Arquidiocese de Maputo escolheu como lema de seu episcopado “A Tua palavra é lâmpada para os meus pés” (Sl 119, 105), para expressar a sua fé e seu cuidado pastoral.

O Cardeal Luiz Antônio Tagle, Pró-Prefeito da Seção para a Primeira Evangelização e as Novas Igrejas Particulares do Dicastério para a Evangelização em Roma, presidiu a celebração e foi o ordenante principal em uma celebração que contou com a presença de quase todos os bispos da Conferência Episcopal de Moçambique (CEM). Também concelebraram um número considerável de presbíteros das dioceses do norte do país, missionários da Consolata, religiosas e uma multidão de fiéis e várias autoridades civis do Estado e do município da cidade de Nampula.

20240129Osorio5

Apresentado pelo Superior Regional IMC em Moçambique, Padre Sisto Pedro, o candidato ao episcopado foi acolhido pelo cardeal ordenante.

Durante a solenidade do rito de ordenação episcopal vivida com muita animação e alegria, na homilia, o Card. Tagle dirigindo-se ao ordenando e a toda a assembleia e destacou aspectos da missão do bispo que deve ser aquele que testemunha com a vida a Igreja de Jesus Cristo.

Inspirado nas leituras do IV Domingo do Tempo Comum, o Card. Tagle exortou a reavivar o dom de Deus recebido pela imposição das mãos como parte do rito da ordenação episcopal. “O dom que um novo bispo nos garante é que Deus cuida de seu povo”, disse o cardeal e prossegui. “Estimado irmão, Dom Osório, como bispo você será um sinal e um instrumento do serviço fiel de Jesus Cristo a Deus e a Igreja. Jesus é e continuará a ser o verdadeiro Pastor de sua Igreja. Pelo dom do Espírito Santo somos constituídos seus ministros, seus servos e portanto, ministros e servos de sua Igreja e de sua missão. A Palavra de Deus nos ensina a seguir e a procurar somente a glória de Deus”, destacou.

Falando sobre a autoridade dos profetas e ministros, Card. Tagle sublinhou: “Se eles servem a Deus e a Palavra de Deus, são verdadeiros líderes. Se servem a falsos deuses e a si próprios são falsos líderes. Podemos ver no mundo e na Igreja os efeitos destrutivos de líderes não autênticos. Por favor, não nos deixemos juntar a eles”, exortou. Recordou ainda, que “o Evangelho nos apresenta o maior de todos os profetas, Jesus o Filho de Deus. Mantendo-se fiel a Deus e a sua Palavra, Jesus fala e age com autoridade”. E concluiu pedindo ao novo bispo para, em sua missão “permanecer sempre humilde”.

No final da celebração de quase cinco horas de duração a assembleia testemunhou e ouviu muitas mensagens de saudação ao novo bispo. O Superior Geral dos Missionários da Consolata, o Padre James Lengarin, também saudou ao confrade recém ordenado. “Na nossa vida e principalmente no episcopado ao poder se deve preferir o serviço”, destacou.

Em sua mensagem, Dom Osório Afonso agradeceu a Deus, a sua família, a todos que o acompanharam em muitos países e em diversos momentos de sua vida e missão. Ao mesmo tempo, disse confiar o seu novo ministério à materna proteção de Nossa Senhora Consolata.

Assista aqui a integra da celebração de ordenação (Rádio e Televisão Encontro)

Biografia

O missionário da Consolata, Dom Osório Citora Afonso, nasceu em Iapala, Distrito de Ribaue, Provincia de Nampula, em Moçambique, no dia 06 de maio de 1972. Filho de Manuel Afonso e de Amélia Citora, é o primeiro de 8 irmãos. Depois de uma adolescência vivida na Sé Catedral de Nampula, entrou para o Seminário da Consolata no dia 25 de janeiro de 1991. Fez os estudos médios no Seminário Cristo Rei e filosóficos no Seminário Santo Agostinho, ambos na Matola. Moçambique. Após o ano de Noviciado em Laulane, periferia de Maputo emitiu os seus primeiros votos religiosos no IMC no dia 30 de dezembro 1997.

Fez os seus estudos teológicos em Kinshasa na República Democrática do Congo (RDC). Foi ordenado sacerdote em 3 de novembro de 2002.

20240129Osorio4

Foi missionário na República Democrática do Congo onde exerceu, entre outros, os seguintes cargos e realizou estudos complementares: foi Vigário Paroquial e Ecónomo da Paróquia de St. Hilaire de Kinshasa (2002-2005); Conselheiro Regional para a República Democrática do Congo (2005-2006); fez a Licenciatura em Sagrada Escritura pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma (2006-2010); realizou Estudos na Universidade Hebraica de Jerusalém (2008-2009) e na École Biblique et Archéologique de Jerusalém (2010-2011); foi Membro do Conselho da Casa Geral em Roma (2008-2010). Foi colaborador local da Nunciatura Apostólica de Kinshasa (2011-2013); Formador e Ecónomo do Seminário Teológico de Kinshasa (2011-2013).

Posteriormente, na Itália trabalhou na Animação Missionária nas dioceses de Vitorio Veneto e de Treviso (2014-2016). Foi também Superior da Casa Milaico de Treviso (2014-2016); Conselheiro Regional para Itália, trabalhou na Paróquia e no Seminário Teológico Internacional de Braveta (Roma), como formador.

Dom Osório Afonso fala e escreve fluentemente português, francês, italiano, emakhuwa, lingala e conhece inglês e espanhol. Ainda, estudou as seguintes línguas bíblicas: hebraico, greco, latim, aramaico e copto.

Nos últimos seis anos, trabalhou no Dicastério para Evangelização, seção para a primiera evangelização e as novas Igrejas particulares, no Vaticano.

* Padre Paulo da Conceição Mzé, IMC, é moçambicano e Superior Regional no Brasil.

Deixe uma resposta

1 + oito =