Semana Nacional da Vida acontece até 8 de outubro

Por O São Paulo

Com o intuito de refletir sobre o valor e inviolabilidade da vida humana desde a concepção até o fim natural, a Igreja no Brasil celebra a Semana Nacional da Vida, que neste ano teve início no dia 1º de outubro, com atividades em todo o Brasil e segue até o dia 7. Já no dia 8, será celebrado o Dia do Nascituro.

Na cidade de São Paulo, no sábado, 8, haverá a Marcha pela Vida, que será iniciada com missa, às 9h, na Paróquia Imaculada Conceição (Avenida Brigadeiro Luiz Antônio, 2.071, na Bela Vista).

Com o tema “Serviço à vida: caminho de fecundidade”, a SNV dá destaque à nova dimensão da Pastoral Familiar, responsável por articular iniciativas em todos os setores na perspectiva do cuidado, defesa e promoção da vida, em todas as suas fases.

Celebração de Abertura

A Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) preparou uma celebração para abertura da Semana Nacional da Vida que aconteceu no sábado, dia 1º. A celebração,  na sede da CNPF, em Brasília, contou com a presença do Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giambatistta Diquattro, além de agentes da Pastoral Familiar na Arquidiocese de Brasília e representantes de movimentos e serviços que atuam com as famílias.

Segundo o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB e secretário executivo da Comissão Nacional da Pastoral Familiar, Padre Crispim Guimarães dos Santos, a abertura nacional segue uma prática que ocorre desde 2020, quando, por conta da pandemia, a Comissão Nacional buscou, de alguma forma, manter os grupos de todo o país animados para a celebração nas comunidades, paróquias e dioceses.

Hora da vida

Por meio do livro ‘Hora da Vida’, a CNPF motiva a celebração de encontros com o objetivo de levar à compreensão do chamado que é feito a cada um para agradecer pelo dom da vida e estar em defesa dela.

“É um momento de oração, escuta da palavra e reflexão sobre o valor inviolável da vida humana, especialmente os mais vulneráveis”, informa o site da Pastoral Familiar.

O livro conta com 7 encontros, além de um encontro especial para o Dia do Nascituro. Confira os temas:

 Encontro – O amor conjugal e o respeito pela vida humana
 Encontro – Abertura а vida e adoção
 Encontro – Serviço à vida e os direitos das crianças com deficiência
 Encontro – Serviço а vida e cooperadores do amor de Deus
 Encontro – A Igreja está ao lado da vida
 Encontro – Educar para os valores essenciais da vida
 Encontro – Um múltiplo serviço à vida
Dia do Nascituro – Toda violação da dignidade humana ofende a Deus

Sinal de alegria e esperança

Além das atividades previstas para a Semana Nacional da Vida nas dioceses, a CNPF propõe duas ações públicas que possam ser realizadas em todo o Brasil no mesmo dia e horário, demonstrando a força de mobilização em prol da vida.

O primeiro é o Sinal de Alegria: ocorrido em 1º de outubro, na abertura da Semana Nacional da Vida, onde sinos de todas as Igrejas no Brasil ressoaram às 12h, 15h e 18h, acompanhado da Oração do Nascituro.

O segundo momento acontecerá no dia 08 de outubro, o Sinal de Esperança, “para a propagação da ‘Luz de Cristo’ para que possa iluminar e proteger as vidas vulneráveis e indefesas”, onde os fiéis são convidados a acenderem o maior número de velas, e juntamente rezarem a Oração do Nascituro, sendo um momento de devoção e unidade com toda a Igreja no Brasil.

A comissão exorta que estes momentos poderão ser realizados em frente à uma Igreja, praça pública ou lugar que seja oportuno, e que as comunidades se mobilizem e realizem ações adicionais, de acordo com a sua realidade, como procissões, passeatas, orações e outros.

(Com informações de CNBB, CNPF, Vida e Família)
TagsVida

Deixe uma resposta

3 × 3 =