Curso para missionários estrangeiros que trabalharão no Brasil

Centro Cultural Missionário (CCM) inicia curso de formação para missionários que chegam para trabalhar no Brasil.

Por Fides

O Curso de Capacitação Intercultural (CENFI) organizado pelo Centro Cultural Missionário (CCM), entidade vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) conta com 22 participantes, sacerdotes, religiosos e religiosas, de 16 países diferentes, que se prepararão para o trabalho missionário no Brasil. O curso começou na tarde de 5 de abril e terminará em 1º de julho de 2022.

ccm

Padre Djalma Antônio da Silva (foto), diretor do CCM, deu as boas-vindas aos participantes, recordando o Jubileu do Ano Missionário que a Igreja está vivendo no Brasil (veja Fides 17/11/2021) com o tema "A Igreja em estado permanente de missão" e o lema “Sereis minhas testemunhas” (At 1,8).

dom-JoelO Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro e Secretário-Geral da CNBB, Dom Joel Portella Amado (foto), presidiu a celebração de abertura. Passados ​​dois anos da pandemia, expressou a sua grande alegria por poder voltar a encontrar pessoas, lembrando que a experiência do curso já dura quase 60 anos, e está agora na sua 122ª edição, acrescentou: "Estamos felizes em ver que algo que começou pequeno, hoje continua sendo importante, atual e indispensável para a ação evangelizadora no Brasil”.

De acordo com a nota divulgada pela CNBB, Dom Portella explicou que com a formação, nenhum dos missionários abandonará seu jeito de ser, sua história, tradição e cultura que recebeu de seu país e de seus antepassados. À formação recebida nas dioceses e congregações de origem, acrescentar-se-á agora algo específico do modo de ser brasileiro. Para o bispo, há "alegria e beleza" nisso.

No final da celebração, o diretor do CCM pediu a bênção de Nossa Senhora, Rainha das Missões, para os missionários, para que, terminada a sua formação, possam levar a alegria do Evangelho a todas as pessoas que se reúnem nas missões brasileiras. O curso é composto por dois módulos. O primeira deles é a imersão na língua portuguesa. No segundo módulo, ao qual se juntarão mais 7 alunos, o objetivo é ajudar os missionários a compreender a formação da população e cultura brasileira, a trajetória da Igreja no país e assim ter uma inserção mais fácil nas Igrejas particulares do Brasil e no trabalho das congregações religiosas.

Fonte: Agência Fides

Deixe uma resposta

2 × cinco =