Padre Eugênio Butti é o novo provincial do IMC em Portugal

Padre Eugênio trabalhou no Brasil por 30 anos e afirmou que ser cristão hoje é estar disposto ao martírio.

Por Agência Ecclesia

O recém-eleito superior provincial do Instituto Missionário da Consolata (IMC), em Portugal, padre Eugênio Butti, recebeu a eleição com surpresa e afirma que "ser cristão hoje é estar disposto ao martírio".

padreeugeniobuttiecclesia"Ser cristão traz como consequência o designado ‘martírio branco’ que muitas vezes não é compreendido, é ridicularizado, criticado, e ser cristão autêntico na fábrica, na sociedade, na política, é remar contra a corrente; pensar contra a cultura muito solta onde tudo é permitido", afirmou em declarações à Agência Ecclesia.

Ainda tomando consciência desta realidade de provincial, o padre Eugênio Butti confessou que nunca desejou este cargo mas "aceita como uma manifestação da vontade dos irmãos e da vontade de Deus".

O sacerdote esteve em missão 30 anos no Brasil e, recentemente, visitou a Etiópia e a Mongólia, onde estão presentes comunidades de Missionários da Consolata e lá viu as dificuldades e as perseguições aos cristãos.

"Na Etiópia verifiquei uma situação humana de muita pobreza, nunca tinha visto na minha vida, mesmo estando 30 anos no Brasil; percebi que era um lugar de desafio admirei os colegas que lá estão.

Também a Mongólia senti como um país desafiador, onde existe uma minoria de cristãos, onde os padres e religiosas não podem entrar no país por motivos religiosos, apenas como professores ou outras profissões."

Outra preocupação que o padre Eugênio Butti explicou é a situação de dois missionários que se encontram em Taiwan aprendendo a língua para, "num amanhã poder entrar na China".

"Este é um dos sonhos do Instituto, entrar na China, evangelizar, mas ainda estamos numa fase de estudo", adiantou.

O sacerdote, que estava em Braga, fez parte do Conselho Regional de Portugal nos últimos dois mandatos e vai suceder como superior provincial ao padre Antônio Fernandes.

Antes de vir para Portugal, o padre Eugênio Butti foi missionário no Brasil durante 30 anos onde exerceu os cargos de ecônomo, formador e responsável pela pastoral.

Natural da Itália, o novo superior provincial dos Missionários da Consolata nasceu aos 27 de agosto de 1951, em Valmadrera, na província de Leco, e foi ordenado sacerdote aos 19 de junho de 1977.

Fonte: Agência Ecclesia

Deixe uma resposta

2 × 1 =