Paróquia promove missas para namorados

A noite de 24 de outubro foi marcada pela segunda missa dos namorados, noivos e recém-casados na Paróquia São Paulo Apóstolo, em Cascavel, no Paraná.

Por Amanda Monteiro

Este é um projeto idealizado pelo padre Arlei Pivetta, missionário da Consolata, que sempre teve o desejo de iniciar um trabalho diferente dentro da paróquia.

cascavelmatrimonio2

Fotos: Cesar Pilatti

A arquidiocese de Cascavel, bem como as dioceses de todo o Paraná, vem trabalhando um livro com 11 encontros em preparação para o casamento. Pensando nisso, padre Arlei com a ajuda de dois casais, Thiago Amilton Brostulim e Josiane Luiza Jede Brostulim e Diego Dobrantz e Micheli Bianchet começaram a desenvolver o projeto. A primeira  celebração foi um marco em termos de visualizações nas redes sociais da igreja, o que os motivou a continuar com a iniciativa. “A missa é o cume da vida cristã, sem Jesus o casamento já está um caos, porque o amor é a vida cristã e a vida civil, então é necessário que as duas pernas caminhem juntas”, explica padre Arlei ao falar da importância da fé na vida do casal.

A homilia foi preparada pelos dois casais, sob orientação do padre Arlei, além das diversas reuniões de preparação nos últimos meses. A reflexão foi baseada em leituras da Bíblia, no livro “As cinco fases do namoro” de Sandro Arquejada bem como em “As 5 linguagens do perdão” de Gary Chapman e Jennifer Thomas. Durante a explanação, foram abordadas as fases do namoro e a importância do diálogo, da oração e especialmente do perdão, seja entre o casal mas também como relata Thiago, “ outros problemas com o perdão, seja no trabalho, na família ou na sociedade acabam interferindo na vida do casal”.

Micheli falou sobre as semanas que antecederam a celebração, “além dos livros, foram duas semanas de preparação para também trazer exemplos do nosso próprio relacionamento”.

É para incentivar a participação dos casais jovens nas celebrações que a equipe cascavelmatrimonio4permanece em constante preparo, pois como garante Josiane, “para quem tem Deus, as provações são maiores e em muitos momentos na vida de casal ou de pai e mãe, não ter o amor de Deus e o Espírito Santo é não dar certo”.

Para o ano que vem já estão previstas duas missas e também encontros para os casais que só não acontecem ainda por causa da pandemia da Covid-19, mas como menciona padre Arlei, “o sonho apenas foi adiado”.

Amanda Monteiro / BERIT PRESS, Cascavel, PR.

Deixe uma resposta

quatro × cinco =