Padre James Wahome, um missionário segundo o coração de Jesus

O missionário da Consolata, James Wahome Irungu faleceu dia 14 de novembro, tragado pelas águas do Rio São Francisco, na Bahia.

Por Paulo Mzé

“Custa muito ter que abrir mão de alguém especial e deixar que ele parta definitivamente da nossa vida e missão, mas infelizmente a morte é uma ameaça constante e quando resolve impor a sua vontade não há nada que possamos fazer”.

O testemunho é do nosso coirmão padre Joseph Mbarire colhido por ocasião do dia 15 de novembro de 2022, quando celebramos nossos confrades que já partiram para a casa do Pai. Nas nossas orações recordamos principalmente os que faleceram ao longo deste ano. Nossa Região Brasil celebrou este dia com muita dor e consternação também pela morte do padre James Wahome, ocorrida no dia 14, segunda-feira. Com certeza, para nós a notícia é de profunda tristeza, mas também queremos vivê-la com esperança.

WhatsApp Image 2022-11-16 at 16.02.21Padre James tinha 35 anos de idade e quatro de ordenação sacerdotal. Natural do Quênia, estava trabalhando na Paróquia São João Batista, em Jaguarari, BA. Celebrou missa às 7h de segunda-feira (14) no distrito de Gameleira e foi desfrutar de um momento de lazer em Juazeiro, sendo tragado pelas águas do Rio São Francisco.

A propósito, o nosso Pai Fundador, o Bem-aventurado José Allamano deixou-nos muitos ensinamentos sobre a morte. Um das quais fala da indissolubilidade da nossa comunhão como irmãos da mesma família. A Igreja também nos ensina que a morte é mistério e que nos une intimamente a Cristo. A Palavra de Deus nos diz: ”Eu sou a ressurreição, eu sou a vida; não morrerá para sempre quem crê em mim, seu Senhor!” (Jo 11,25a.26).

O padre Joseph Mbarire ainda no seu testemunho disse: “Agradeço as belas expressões de condolências pela partida do querido missionário. Certamente que o Instituto sofreu uma perda muito grande de alguém tão necessário. Mas, seja feita a vontade de Deus. Do céu, pelo afeto que tinha pelo Instituto, continuará protegendo e implorará, para nós muitas graças para que este cumpra a sua missão. Hoje dizemos adeus a uma pessoa maravilhosa que encheu nossas vidas de alegria, que nos marcou pela generosidade do seu coração e seu zelo missionário. Sua marca jamais será apagada, passe o tempo que passar, e a saudade fará parte da nossa vida. Esta é uma despedida triste, mas é também um momento para recordarmos com amor padre James como uma pessoa muito especial que já não está entre nós. Nunca esqueceremos os momentos que vivemos e tudo que aprendemos com ele”.

Padre Mbarire terminou a sua mensagem dizendo: “Agora nas mãos de Deus, e sempre em nossos corações. Vá com Deus missionário e descanse em paz”.

O bispo da diocese de Bonfim, dom Hernaldo Pinto Farias, sss, emitiu uma nota de pesar pelo falecimento do padre James, agradecendo "por seu serviço à Diocese e à Paróquia", suplicando a Deus "que tenha misericórdia dele e o acolha em seu Reino eterno".

Dom Hernaldo termina a mensagem unindo-se aos missionários: "em nome da Diocese de Bonfim, envolto da força da Eucaristia no 18º Congresso Eucarístico Nacional, em Recife, nos unimos aos religiosos da Consolata, aos paroquianos e aos seus familiares neste momento de pesar, mas de profunda comunhão de oração, na certeza da vida eterna desse nosso irmão. Descanso eterno, dai-lhe, Senhor. Da luz perpétua, o resplendor", termina a mensagem de dom Hernaldo.

Paulo Mzé, imc, é Superior da Região Brasil dos Missionários da Consolata e diretor da revista Missões.

Deixe uma resposta

cinco × dois =