Reflexões sobre a Mentira II

A mentira é irmã gêmea da falsidade. Ninguém gosta de pessoas falsas e dissimuladoras, pois quem mente sistematicamente destrói sonhos, esperanças e o futuro de muitas outras pessoas.

Por Juacy da Silva*

“Sobre a mentira: ao contrário do que dizem por aí, a mentira tem perna longa sim e consegue ir longe, fazendo muitos estragos e causar muitas contendas. A mentira consegue ganhar tempo para muitas coisas ruins, o que realmente ela não consegue é proteger aqueles que a praticam quando são confrontados com suas consequências”. Cecília Sfalsin

comunicacao1A MENTIRA é a mãe da DECEPÇÃO, juntas geram a INGRATIDÃO, o desrespeito pelas outras pessoas e destroem tudo o que é bom que pode existir em nossas relações. A pessoa que mente deturpa a realidade, destrói a verdade, mata todo o bem que possa existir em seu redor e um dia, de tanto mentir, acaba enganado a sim mesma.

Dizem que o pai da mentira foi Caim, que matou seu irmão Abel e tentou enganar até Deus, quando este o questionou dizendo “onde está teu irmão”, ele fingiu não saber.

A pessoa mentirosa finge tanto ao longo da vida, sempre procurando uma resposta esfarrapada para tentar encobrir suas artimanhas, que acaba se tornando um/uma doente física, mental, emocional e espiritualmente e seus dias serão também de solidão e desprezo.

Na verdade, a mentira é obra do demônio, de Satanás, a Serpente que enganou Eva e foi condenada a rastejar para sempre! Quem também fala sobre a mentira é o próprio Cristo, conforme está na Bíblia Sagrada, como relata o Evangelho de São João, 8:44: "Vocês pertencem ao pai de vocês, o diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira”.

A mentira é irmã gêmea da falsidade. Ninguém gosta de pessoas falsas e dissimuladoras, pois quem mente sistematicamente destrói sonhos, esperanças e o futuro de muitas pessoas, pois a mentira cria uma teia de intrigas e maledicências. A mentira é uma doença mental e a pessoa que mente costumeiramente precisa de tratamento antes que faça mais estrago a sim mesma e a quem ou sobre quem dirige suas mentiras.

Finalmente para que passamos derrotar a mentira sempre é bom lembrarmos que se a mentira é a arma das pessoas falsas e venais, a verdade e a transparência são os escudos das pessoas justas e honestas. Por isso se diz que o mal (mentira) jamais irá prosperar sobre o bem (a verdade).

*Juacy da Silva, professor universitário, titular e aposentado UFMT, sociólogo, mestre em sociologia, colaborador de diversos veículos de comunicação. Twitter@profjuacy Email profjuacy@yahoo.com.br Blog www.professorjuacy.blogspot.com

Deixe uma resposta

três × 2 =