Padre da Consolata é eleito bispo em Moçambique

O Papa nomeou recentemente o padre Diamantino Guapo Antunes, missionário da Consolata, como bispo da Diocese de Tete, no centro de Moçambique.

Por Hermínio José

A reportagem do Vatican News em Maputo, buscou algumas reações relativas ao novo prelado para a Diocese de Tete. Com efeito, o Secretário-geral da Conferência Episcopal de Moçambique (CEM), dom Luiz Fernando Lisboa, afirma que a agremiação dos bispos e os fiéis de um modo geral acolhem com alegria a nomeação do bispo da Diocese de Tete.

Sentimentos de "humildade e confiança" do Bispo de Tete

Flamingo Inhambane Agosto2013 (7)Entretanto, numa mensagem de saudação emitida por padre Diamantino Antunes, a que o Vatican News teve acesso, lê-se: "Quero partilhar também dois sentimentos que experimento hoje: humildade e confiança. Humildade por me sentir pequeno perante a enorme tarefa que me espera agora, agravada com as feridas abertas nos últimos dias pela passagem do ciclone IDAI que semeou luto e dor. Confiança por ir trabalhar convosco no anúncio do evangelho nas Terras de Tete", estávamos a citar extracto da mensagem do novo bispo de Tete, padre Diamantino Guapo Antunes.

Um Bispo da Consolata
Por seu turno, fiéis entrevistados em Maputo, felicitam o novo Bispo de Tete e acrescentam que há muito tempo que aquela diocese clamava por um Bispo.

De referir que o Reverendo Sacerdote Padre Diamantino Guapo Antunes, nasceu em 30 de Novembro de 1966 em Albergaria dos Doze, no Distrito de Leiria em Portugal e é membro do Instituto Missionário da Consolata. Em 8 de julho de 2014 foi eleito, pela primeira vez, Superior do Instituto Missionário Consolata em Moçambique e mais tarde, também de Angola.

Fonte: Vatican News

Deixe uma resposta

oito + dez =