O que é Ideologia de gênero

 

Região Episcopal Santana e Pastoral Familiar promovem Encontro sobre o tema em São Paulo, abordando relação Igreja, família e escola.

de Maria Emerenciana Raia

O Conselho Regional de Pastoral da Região Episcopal Santana (RESA), juntamente com a Pastoral Familiar, promoveu um Encontro sobre Ideologia de gênero, que teve como lema: "Igreja, família e escola frente aos desafios da Ideologia de gênero" no dia 8 de abril, domingo, na sede da Associação dos Oficiais da Polícia Militar, próximo ao Horto Florestal, zona norte da capital paulistana.

Destinado aos jovens, pais, famílias, professores, catequistas, seminaristas, religiosos, agentes de pastoral, o Encontro teve cerca de 500 participantes, segundo um dos organizadores.

Ideologia-5575

Felipe Nery, Dom Sergio Borges, Padres José Eduardo e Andres. Foto: Flávio Sá/Instrumento de Deus.

Padre Andres Marengo, coordenador de Pastoral da Região Norte destacou a relevância do tema ao afirmar que estamos vivenciando a questão. O bispo da RESA, dom Sérgio de Deus Borges abriu o Encontro, que teve a animação do grupo Canto de Maria, falando sobre a importância da família em nosso contexto histórico. A família deve ser educadora e protagonista. “A escola não pode ser responsável pela educação, a família é a primeira comunidade educativa da criança. A Igreja está com as famílias, o Senhor está com vocês”, concluiu o bispo.

O professor Felipe Nery foi didático, traçando um histórico sobre a Ideologia de gênero, explicando os seus objetivos e consequências. Já em 2014 ela começou a ser discutida no Congresso Nacional, com vistas a ser implementada no Plano Nacional de Educação. Em seus pressupostos, a Ideologia de gênero afirma ser necessária no desenvolvimento de uma sociedade igualitária, no combate à violência contra a mulher e para ajudar as minorias. Porém, para que isso aconteça, a Ideologia prega a desconstrução da identidade da pessoa, através da subversão da linguagem e da destruição da família.

O padre José Eduardo de Oliveira, professor de teologia moral e membro da diocese de Osasco, reforçou a fala do professor Felipe, afirmando que com a Ideologia de gênero “você não é nada e nunca será. Se eu destruo a identidade da pessoa, eu não consigo protegê-la em seus direitos”. “A questão da Ideologia de gênero não é política, é mais profunda que isso, trata-se de mudanças estruturais na sociedade, tendo como alvo as crianças que estão na Educação Infantil das escolas (2 a 3 anos)" .

Ideologia-5527

Rogério e Márcia, coordenadores da Pastoral Familiar da Brasilândia. Foto: Flávio Sá/Instrumento de Deus

O casal Márcia e Rogério Camargo são os coordenadores da Pastoral Familiar da Região Brasilândia, zona oeste da capital paulistana. Vieram para o Encontro em busca de conhecimento, por considerarem o tema de extrema relevância para sua Pastoral. Ele ainda não foi discutido naquela Região.

O Encontro deixou claro que os católicos devem estar atentos aos efeitos da Ideologia de gênero, que são danosos à pessoa e às famílias. A identidade do cristão existe e é bem clara: chama-se Jesus Cristo.

Maria Emerenciana Raia é jornalista e editora da Revista Missões.

Deixe uma resposta

dezessete − 3 =