Padre Jordão Maria Pessatti parte ao encontro do Pai

Dia 23 de março de 2018, sexta-feira, padre Jordão faleceu em São Paulo.

Por Redação

Os missionários da Consolata perderam um sacerdote santo, enquanto o céu ganhou um novo intercessor. Padre Jordão Maria Pessatti (1929-2018) faleceu no dia 23 de março, aos 88 anos.

padrejordaõ1Natural de Rio do Oeste, interior de Santa Catarina, padre Jordão entrou no Seminário São Francisco Xavier, dos missionários da Consolata, em 2 de fevereiro de 1942, com 12 anos, por uma insistência de sua mãe, que perguntava sempre se ele gostaria de ser padre. Atribuía à Cruzada Missionária o gosto que adquiriu pela Missão. Ordenado sacerdote em 1954, sempre trabalhou em Seminários e Paróquias no Brasil. Sua experiência missionária se deu em Roraima, de 1965 a dezembro de 1970.

Trabalhou como secretário do Instituto Missionário da Consolata durante muitos anos, morando na Casa Regional em São Paulo, onde atendia confissões e celebrava a eucaristia com as Irmãs Servas da Caridade, as Missionárias da Consolata, na Paróquia Nossa Senhora Consolata do Jardim São Bento e onde fosse chamado. Sempre disponível, deixa um legado de humildade e exemplo de obediência.

O Superior Regional dos Missionários da Consolata, padre Aquiléo Fiorentini presidiu a celebração de corpo presente do dia 24 de março, sábado, na Paróquia Nossa Senhora Consolata do Jardim São Bento, com a presença de outros missionários, a irmã e sobrinhos do padre Jordão, Missionárias da Consolata, Irmãs Servas da Caridade, paroquianos e amigos. No domingo, 25, às 14h, dom Sérgio de Deus Borges, bispo regional de Santana, presidiu a missa de corpo presente que antecedeu o enterro às 16h, no Cemitério Chora Menino, Santana, zona norte de São Paulo.

Serviço: a missa de sétimo dia, em sufrágio da alma de padre Jordão, será celebrada na Paróquia Nossa Senhora Consolata – Rua Leão XIII, 303 – Jardim São Bento, dia 1 de abril, domingo, às 18h.

Deixe uma resposta

11 + um =