Falece dom Carillo Gritti, imc, bispo de Itacoatiara, AM

O missionário da Consolata foi ordenado bispo de Itacoatiara em 19 de março de 2000, onde serviu até a volta para o Pai.

Por Stephen Ngari

Entre muita emoção e lágrimas, milhares de fiéis se reuniram na Catedral de Nossa Senhora do Rosário, prelazia de Itacoatiara, Amazonas, para se despedir do seu pastor nos últimos 16 anos, o bispo dom Carillo Gritti, missionário da Consolata.

DomCarilloA missa de corpo presente começou às 8h da manhã no último sábado, dia 11. A celebração foi presidida por dom Sérgio Castriani, arcebispo metropolitano da arquidiocese de Manaus, e concelebrada por dom Giuliano Frigeni da diocese de Parintins e dom Mário Pascoalotto, bispo auxiliar emérito da arquidiocese de Manaus, além de dezenas de sacerdotes.

Logo após a celebração, os restos mortais do bispo foram sepultados no interior da Catedral ao lado do seu predecessor, dom Jorge Eduardo Marskell. A sua vontade, segundo consta em seu testamento, “nasci missionário, vivi missionário e quero permanecer missionário” foi para ser enterrado nas terras de sua missão.

Na sua homilia, dom Sérgio destacou como o colega se entregou à missão no serviço pastoral da prelazia que tem 12 paróquias presentes em sete municípios, numa área total de 58.422, 4 Km². A prelazia tem mais de 150 mil habitantes, dos quais 85% são católicos.

Segundo o presidente da missa, "embora nascêmos com corpos bonitos, o amor à missão nos leva a gastar-nos no serviço ao Reino de Deus". Em outras vezes a doença, como no caso do falecido, nos ataca e nos consome. O bispo prelado lutava contra um câncer abdominal havia meses. Entretanto, dom Sérgio lembrou a congregação em luto que a nossa fé na ressurreição, expressa na missa celebrada, dá-nos a garantia da vida eterna e uma restauração perfeita e perene de nossos corpos.

Dom Carillo Gritti faleceu na madrugada da última quinta-feira, dia 9 de junho em Manaus onde se tratava. Ele nasceu em 12 de maio de 1942 em Martinengo-Bergamo, Itália. Entrou na família Consolata e fez os estudos de Filosofia entre os anos 1961-1962 no Seminário Episcopal de Bergamo e Teologia nos anos de 1963-1965 no Seminário Episcopal, Clusone-Bérgamo.

Celebrações e Ordens
Depois do seu noviciado, fez a Profissão Temporária em 2 de outubro de 1966 em Certosa de Pésio, a Profissão Perpétua no dia 16 de fevereiro de 1967 em Turim. Foi ordenado diácono em 18 de março de 1967 em Turim e recebeu a sua ordenação sacerdotal no dia 24 de junho de 1967 na mesma cidade.

Missão
Depois da sua ordenação sacerdotal foi destinado ao Brasil onde veio a exercer o seu ministério, particularmente na arquidiocese de Manaus, em vários cargos como superior, ecônomo, professor do seminário diocesano, serviços de construção e pastoral da juventude. Padre Carillo Gritti, então Pároco da Santa Luzia, foi ordenado bispo no dia 19 de março de 2000, para Prelazia de Itacoatiara, onde serviu até a sua volta para a casa do Pai.

Deixe uma resposta

5 × três =