Cerca de 150 mil católicos marcham em defesa da vida no Recife

A caminhada, organizada pela Arquidiocese de Olinda e Recife, pediu o fim da violência e do aborto induzido.

Por Diário de Pernambuco
ad4f8aff6efb12b3675d40b7159ef1dd

Marcha em Defesa da Vida tomou a Avenida Boa Viagem pela manhã. (Foto: Sergio Bernardo/JC Image)

Cerca de 150 mil católicos marcharam em defesa da vida neste domingo na Avenida Boa Viagem, zona sul do Recife. A caminhada, organizada pela Arquidiocese de Olinda e Recife, pediu o fim da violência e do aborto induzido. Quatro trios elétricos, cantores locais e de bandas religiosas acompanaharam a caminhada, realizada por membros de 118 paróquias.

A avenida Boa Viagem ficou tomada por uma multidão de pessoas com o mesmo pensamento. Acenando lenços brancos, faixas, cartazes e camisas, os católicos pediram paz. A caminhada promovida pela Igreja Católica marcou o encerramento da Semana Nacional da Vida. O evento aderiu à proposta da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, que declarou 2015 como o Ano da Paz. Na ocasião, o arcebispo Dom Fernando Saburido, defendeu que o desejo de paz vem desde a concepção, acrescentando que o aborto é uma consequência da falta de prioridade na educação.

Segundo dados do Mapa da Violência, mais de 56 mil pessoas foram assassinadas no Brasil em 2012. Em relação ao aborto, a última grande pesquisa realizada no Brasil foi feita em 2009 pelo Ministério da Saúde, quando foram registrados quase um milhão de abortos em um ano. Os dados são com base no registro de mulheres que dão entrada no hospital. Estima-se que sejam dois casos de aborto para cada grupo de 100 mulheres com idades entre 15 e 49 anos.

Com informações da TV Clube

Deixe uma resposta

16 − 1 =