A Igreja local não deve fechar-se em si mesma

Encontro com cerca de 1.200 participantes começou nesta sexta-feira (10) na Arquidiocese de Manaus para avançar no processo de conversão missionária das comunidades eclesiais, ao aprofundar o tema sobre a responsabilidade das Igrejas locais com a missão além-fronteiras. Durante a abertura do evento, o Papa Francisco se fez presente por meio de uma mensagem: “Vos peço que não deixeis esmorecer o ardor missionário que certamente experimentareis durante o Congresso”.

Por Andressa Collet e Thulio Fonseca

A Igreja de Manaus (AM) acolhe a partir desta sexta-feira (10) cerca de 1.200 padres, religiosas, leigos e bispos dos 19 regionais da CNBB do Brasil para o 5º Congresso Missionária Nacional (5CMN). O evento traz como tema: “Ide! Da Igreja local aos confins do mundo”, acompanhado do lema: “Corações ardentes, pés a caminho”.

Enquanto o cardeal Leonardo Steiner, arcebispo local, já pediu para a comunidade se unir em oração pelo encontro que deve ajudar a Igreja a ter um rosto amazônico, o Papa Francisco, por meio de uma mensagem enviada especialmente para o encontro, expressa o seu desejo de que "as Igrejas locais desse imenso Brasil, com o coração ardente pela paixão de evangelizar, ponham os pés a caminho, proclamando alegremente a todos os povos o Cristo Ressuscitado".

A mensagem do Papa Francisco

No texto, que foi lido pelo cardeal Steiner, na missa de abertura do encontro nesta sexta-feira (10), Francisco destaca que o "tema inspirador do encontro recorda justamente que a Igreja local não deve fechar-se em si mesma, em suas fronteiras geográficas e culturais, mas é chamada a partir para os ‘confins do mundo’, levando a mensagem de Cristo a outras terras, evangelizando novas culturas”.

O Papa exprime em sua mensagem a alegria pela escolha do lema do Congresso Missionário: ‘Corações ardentes, pés a caminho’, e recorda que “é necessário permitir que Jesus caminhe conosco, deixar que Ele trilhe junto de nós a estrada da nossa vida”. E referindo-se a essa perspectiva espiritual, o Santo Padre destaca: "É preciso reconhecê-Lo ao 'partir o pão', fazendo do encontro com o Senhor, presente na Eucaristia, a fonte do nosso entusiasmo pela missão e da nossa comunhão eclesial".

“De coração me congratulo com as dioceses brasileiras que assumem o mandato missionário e ultrapassam barreiras territoriais lançando seu olhar aos confins do mundo: quantos belos testemunhos de missionários e missionárias que, partindo dessa querida nação, anunciam a Boa Nova em outros países, em outras culturas! Encontram-se nos lugares e continentes mais distantes, muitas vezes em situações desafiadoras, diante de uma humanidade ferida pela cultura que descarta os mais fragilizados. Entretanto, anunciando o Evangelho em meio a tantos obstáculos, dão um sentido belo e verdadeiro às suas existências”, afirma o Pontífice.

Segundo o Papa, é “significativo que esse Congresso se realize no centro da querida Amazônia”, e sublinha que esse território está sempre presente em suas orações e em seu coração. “A fé cristã chegou a essas terras como fruto do ardor missionário de homens e mulheres destemidos”, recorda Francisco.

Ao concluir a mensagem, o Santo Padre invoca a intercessão de Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil aos participantes, concede a todos sua bênção e acrescenta um pedido: “não esqueçam de rezar por mim e pela missão que também eu recebi”.

A programação do encontro

O 5º Congresso Missionária Nacional (5CMN) termina na próxima quarta-feira, 15 de novembro, na arquidiocese de Manaus (AM). O encontro, com cinco conferências ao longo dos dias para aprofundar o tema sobre a responsabilidade das Igrejas locais com a missão além-fronteiras, está sendo coordenado pelas Pontifícias Obras Missionárias, juntamente com o Conselho Missionário Nacional e a CNBB, com o apoio da Arquidiocese de Manaus e diversos organismos e instituições. Os participantes serão acolhidos pelas famílias da Arquidiocese de Manaus, tendo a oportunidade de viver uma experiência missionária local.

Fonte: Vatican News

Deixe uma resposta

dezoito − doze =