Papa Francisco pede para rezar o terço pela paz na Ucrânia todos os dias de maio

Por ACI Digital

Após a oração mariana do Regina Coeli e, ao iniciar maio, mês de Maria, o papa Francisco pediu para rezar todos os dias o terço pela paz, especialmente pela Ucrânia.

“Ao iniciar o mês dedicado à Mãe de Deus, gostaria de convidar todos os fiéis e as comunidades a rezarem o terço todos os dias de maio pela paz”, exortou o papa.

"Meus pensamentos vão rapidamente para a cidade ucraniana de Mariupol, 'Cidade de Maria', barbaramente bombardeada e destruída", disse.

"Também agora, também daqui, renovo o pedido de que se disponham corredores humanitários seguros para as pessoas presas na siderúrgica daquela cidade", afirmou.

“Sofro e choro, pensando nos sofrimentos da população ucraniana e, em especial, aos mais frágeis, aos idosos e às crianças. Notícias terríveis de crianças expulsas e deportadas estão chegando”, disse também o papa Francisco.

Segundo a agência Efe, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse no sábado (30) que seu governo está fazendo "todo o possível" para evacuar Mariupol, provavelmente a cidade mais afetada pelo exército russo, desde o início da guerra, em 24 de fevereiro.

Segundo a agência local Ukrinform, cerca de mil civis e soldados ucranianos ainda estão na siderúrgica Azovstal, incluindo cerca de 600 feridos. Além disso, informou, cerca de 20 pessoas, entre mulheres e crianças, já deixaram o local.

O governo da Ucrânia culpa os russos pela catástrofe humanitária em Mariupol, especificamente por bombardear cidadãos desarmados, bloquear a ajuda humanitária e deportar ucranianos para regiões pobres da Rússia.

O papa Francisco também disse que "ao assistir macabro retrocesso de humanidade, me pergunto, junto a muitas pessoas angustiadas, se realmente se busca a paz, se há vontade de evitar uma contínua escalada militar e verbal, se está sendo feito todo o possível silenciar as armas”.

“Eu lhes peço, não nos rendamos à lógica da violência, à perversa espiral das armas. Empreenda-se o caminho do diálogo e da paz! Rezemos”, concluiu o papa Francisco.

Fonte: ACI Digital

Deixe uma resposta

14 − doze =