3ª Jornada Nacional da Infância e Adolescência Missionária celebrada em São Paulo

Texto e fotos de Robério Crisóstomo

No domingo, 17 de maio, a Igreja celebrou a Solenidade da Ascensão de Nosso Senhor Jesus Cristo, e os grupos da Infância e Adolescência Missionária (IAM) da Região Episcopal Santana, zona norte de São Paulo, participaram da 3ª Jornada Nacional da IAM, que tem como tema: "IAM da América a serviço da missão na Ásia". Segundo o secretário nacional da Pontifícia obra da Infância, padre André Luiz de Negreiros este "é um momento oportuno para oferecermos uma maior reflexão sobre o fortalecimento da missão além-fonteiras ao continente asiático, com o coração aberto para a missão Ad Gentes".

Esse evento foi realizado na Paróquia São Marcos Evangelista, Pedra Branca, com uma celebração eucarística presidida pelo pároco, padre Mauro de Cintra, imc e o Assessor da IAM da Região Episcopal Santana, padre Robério Crisóstomo, imc, as Irmãs Missionárias da Consolata, seminaristas, assessores e toda a comunidade paroquial. Durante a missa, as crianças fizeram sua consagração no intuito de assumir com mais ardor missionário seu compromisso para com a Igreja, sobretudo a da Ásia.

Em seguida, toda a garotada missionária e assessores concentraram-se no salão da comunidade e deram continuidade à Jornada com um delicioso almoço, dinâmicas, danças, apresentações coreográficas e oficinas onde foram abordados temas sobre o continente asiático, entre outras atividades.

Sem dúvida, foi o um momento de crescimento e fortalecimento da consciência missionária, no que se busca focar uma maior abertura para as realidades de consolação presentes no mundo de hoje, denominado como plural em todos os seus aspectos. Aqui queremos fazer memória de todas as crianças vitimas das injustiças sociais, seja na família, na sociedade e no mundo. Nossa oração e toda comunhão fraterna às crianças da Ásia, aquelas que vivem em situações de emergências.

Nossa missão é fazer com que outras crianças e adolescentes sintam-se motivados em fazer parte dessa obra missionária. Oxalá despertando assim, em cada um a melhor e eficaz forma de servir a comunidade eclesial. Sem dúvida, percebe-se ainda muito o que fazer no que se denomina consciência missionária, porém, trata-se de um caminho, nossa única esperança são as novas gerações, por isso temos que apoiar e dinamizar todos os grupos missionários juvenis presentes em nossas comunidades eclesiais. Nesse caso focamos na Infância e Adolescência Missionária, que vem buscando dar do melhor, pois de "todas as crianças do mundo sempre amigas". Ou melhor, "Criança evangelizando criança".

Nossa gratidão a todos que contribuíram para o bom êxito dessa 3ª Jornada Nacional da (IAM) da Região Episcopal Santana. Que Santa Teresinha do Menino Jesus e São Francisco Xavier, intercedam a Cristo por todos.

Fonte: Revista Missões

Deixe uma resposta

vinte − quinze =