Assembleia do Comire Sul 1 debate os desafios contemporâneos da Missão

José Carlos Pascoal

O Conselho Missionário Regional - COMIRE Sul 1 realizou a Assembleia anual neste sábado, 29 de novembro, das 8h as 16h, no Centro Missionário São Paulo (sede das Obras dos Cenáculos Missionários de São Paulo) Alto da Lapa, capital.

A Assembleia teve início com missa presidida por dom Vicente Costa, bispo diocesano de Jundiaí e presidente do COMIRE, com o tema "Nossa Senhora, Advento dos Povos". "Às vezes encontramos missionários e missionárias cansados, desanimados, e é preciso dar novo ânimo à missão. Vigiai e orai, é o que manda o Senhor Jesus. Vigiai e orai para não cairdes no desânimo", disse dom Vicente na homilia.

A coordenadora Maria de Fátima da Silva (Fatiminha) e dom Vicente fizeram a acolhida na qual se apresentaram os representantes das Sub-regiões Pastorais do Regional Sul 1 da CNBB e representantes de Organismos ligados ao COMIRE Sul 1. A apresentação do tema principal da Assembleia foi feita pelo padre Everton Aparecido da Silva, assessor do COMIRE. "O COMINA - Conselho Missionário Nacional) espera que possamos colaborar com subsídios para o documento "Missão e Cooperação Missionária - Orientações para a Animação Missionária da Igreja no Brasil", e é importante que enfrentamos os desafios contemporâneos da missão", disse o padre na introdução.

Com várias citações de passagens bíblicas e do Magistério da Igreja, o documento pretende priorizar a cooperação missionária, sua dimensão universal, a animação, articulação e formação missionária. A falta de clareza quanto à dimensão social da missão foi um dos itens destacados na contribuição da Assembleia do COMIRE e acrescentado como subsídio para o documento. Padre Everton destacou ainda que "o conhecimento da distinção dos três âmbitos essenciais da missão deve ser referência para o missionário: Pastoral, Nova Evangelização e Missão ad gentes". "A cooperação missionária é a dimensão universal da missão. Leva-se em conta o legado de Santa Teresinha do Menino Jesus, co-padroeira das Missões, que é a Comunhão Espiritual, e ainda a Comunhão dos bens materiais e da entrega da vida", completou o assessor.

Foram apresentados na parte da tarde algumas experiências missionárias em dioceses e sub-regionais e que contribuem para o desenvolvimento da atividade missionária no Regional: Diocese de Franca - Missões Populares, comemorando o 45º aniversário da diocese; Sub-regional Botucatu - encontros de formação e articulação missionária entre as dioceses; 4ª edição das "Experiências Missionárias diocesanas" e o "Impacto Missionário", realizado pelos COMIPAs; Equipes Missionárias de Jales que realiza missão em 3 setores, reunindo cerca de 600 missionários. Essa equipe criou também um Manual de Atuação Missionária, com orações para as visitas em suas diversas realidades religiosas e sociais e preparação para a Festa da Padroeira Diocesana Nossa Senhora da Assunção através de atividades missionárias com os chamados Grupos de Quarteirão; Sub-regional Sorocaba - articulação com as dioceses, promovendo as primeiras reuniões com agentes missionários na sub-região, em sua diversidade de atuações (COMIDI, COMIPA, SINE - Sistema Integral da Nova Evangelização). Estão programadas para 2015 3 reuniões de formação missionária; Sub-regional Campinas - Missões em paróquias da Diocese de Bragança Paulista, conforme as solicitações dos párocos e realizadas com assessoria do COMIDI.

Padre Alcides e Robson Ferreira falaram do Curso de Missiologia de 2015, Pós-Graduação e Extensão em Missiologia. As informações estarão disponíveis em breve no site www.formacaomissionaria.org.br. "Estamos sugerindo e evoluindo para a criação de uma agência ou algo parecido, para auxiliar na formação, articulação e informação sobre os missionários ad gentes. Essas informações são necessárias para que possamos ajudar na manutenção dos nossos missionários e no apoio na ida, na missão e na volta dos mesmos", afirmou Robson.

Belchior e Helena, enviados como observadores missionários na Prelazia de Tefé, na Amazônia, relataram os desafios e os frutos obtidos nesse tempo de missão, que contou com apoio da COM. Através de slides, mostraram as atividades desenvolvidas e as dificuldades que os moradores da região enfrentam no dia a dia. "Foi uma experiência enriquecedora, especialmente junto às comunidades de Uarini. A situação de pobreza, de descaso governamental para com a cidade e região, a tenacidade de seus moradores e a busca do espiritual fazem aumentar a disposição para a missão", disseram.

No final da Assembleia foi apresentado o calendário de 2015 do COMIRE Sul 1 e aconteceu a prestação de contas da tesouraria. A Assembleia foi encerrada com mística de espiritualidade missionária, coordenada pela Irmã Imelda. O diácono Pascoal representou a CRD Sul 1.

Fonte: Comire Sul 1

Deixe uma resposta

7 − seis =