Papa: jovens católicos chineses conseguiram chegar à Coreia

Asia News

Sabendo das barreiras impostas pelo governo, 300 jovens católicos conseguiram viajar silenciosamente para a Coreia. Apesar do controle das autoridades e das ameaças, eles chegaram em tempo de participar na celebração com os jovens, comemorando A Jornada Asiática da Juventude. Antes de viajar, acertaram bem o modo e lugar onde se encontrar em Seul. O grande anseio era o de encontrar-se com o papa Francisco e manifestar o carinho que têm por ele o que acabou acontecendo.

Pelas informações dadas pela Asia News na Coreia, eles se organizaram para viajar em grupos de três, tendo em mãos o visto turístico. Chegando à península, participaram normalmente com os outros nos encontros e celebrações sem se fazer notar.

Na verdade o governo chinês conseguiu bloquear alguns peregrinos na saída e os que tinham organizado um grupo de 80 foram detidos Pequim. Entre eles havia também seminaristas da capital que no fim do ano escolar se recusaram a participar na missa celebrada por bispos não escolhidos por Roma nem ordenados canonicamente.

Asia News conseguiu entrevistar um deles que chegou na Coreia acompanhado por dois seminaristas. Outro que estava na missa conclusiva afirmou: "nos sentimos felizes e não estamos com medo. Conseguimos chegar porque fomos espertos pra fugir do controle e até agora deu tudo certo. Tenho a certeza de que a bênção do papa que nos foi dada no fim da missa nos protegerá na viagem de regresso.

 

Fonte: Site Asia News

Deixe uma resposta

catorze − 11 =