Dia Mundial das Comunicações Sociais

Maria Emerenciana Raia

"Os mass media podem ajudar a nos sentir mais próximos uns dos outros; a fazer-nos perceber um renovado sentido de unidade da família humana, que impele à solidariedade e a um compromisso sério para uma vida mais digna", é o que afirma o papa Francisco na mensagem escrita em 24 de janeiro, fazendo memória de São Francisco de Sales, para o Dia Mundial das Comunicações Sociais, a ser celebrado dia 1º de junho, festa da Ascensão do Senhor.

"O ambiente da comunicação pode ajudar-nos a crescer ou, pelo contrário, desorientar-nos", afirma o papa. O desejo de conexão digital pode acabar por nos isolar do nosso próximo, de quem está mais perto de nós. Sem esquecer, que a pessoa que, pelas mais diversas razões, não tem acesso aos meios de comunicação social corre o risco de ser excluída.

O papa lembra que a comunicação é uma conquista mais humana que tecnológica. Uma pessoa expressa-se plenamente a si mesma, não quando é simplesmente tolerada, mas quando sabe que é verdadeiramente acolhida. Quem comunica faz-se próximo. Usando a parábola do samaritano como exemplo, o papa afirma que Jesus inverte a perspectiva da comunicação: "não se trata de reconhecer o outro como um meu semelhante, mas da minha capacidade para me fazer semelhante ao outro". Por isso, comunicar significa tomar consciência de que somos humanos, filhos de Deus. "Apraz-me definir este poder de comunicação como proximidade", define o papa.

O papa reafirma que "entre uma Igreja acidentada que sai pela estrada e uma Igreja doente de auto-referencialidade", não hesita em preferir a primeira. E entre estas estradas estão também as digitais, congestionadas de humanidade, muitas vezes ferida: homens e mulheres que procuram uma salvação ou uma esperança. Assim, o papa conclama a não termos medo de sermos cidadãos do ambiente digital. "É importante a presença da Igreja no mundo da comunicação para dialogar com o homem de hoje e levá-lo ao encontro com Cristo: uma Igreja companheira de estrada sabe pôr-se a caminho com todos. Os meios de comunicação devem servir para transmitir aos outros a beleza de Deus".

Oxalá o Dia Mundial das Comunicações Sociais possa despertar em nós a vontade de sermos transmissores da Palavra de Jesus, com alegria, e inseridos que estamos em um mundo digital!

* Maria Emerenciana Raia é jornalista, editora da revista Missões.

Texto publicado na revista Missões do mês de maio de 2014, número 04, página 2, rubrica Opinião.

Fonte: Revista Missões

Deixe uma resposta

cinco − 1 =