Leis Ficha Limpa e 9840 foram tema de formação para pré-candidatos a vereador

Reinaldo Oliveira e Claudio Nascimento

Dando sequência aos encontros de formação política, promovido pela Pastoral Fé, Política e Cidadania da Diocese de Jundiaí; o primeiro foi realizado no dia 15 de junho, aos pré-candidatos a vereador das 11 cidades da área da Diocese, no dia 22 passado, com assessoria do Dr. Marlon Lelis, coordenador estadual do Movimento Contra a Corrupção Eleitoral (MCCE), eles tiveram explanação sobre a Lei da Ficha Limpa e Lei 9840.

O evento aconteceu na Casa do Advogado - 33ª Seção - Jundiaí e teve a participação dos pré-candidatos, agentes da pastoral Fé e Política, advogados e demais pessoas da sociedade. Durante a explanação do Dr. Marlon houve grande participação dos presentes, através de perguntas, que iam sendo respondidas e esclarecidas as dúvidas. E esta interação foi bastante propícia e interessante para os pré-candidatos.

De acordo com sua experiência e ativa participação nos mais variados cantos do País, o Dr. Marlon afirmou que a Lei da Ficha Limpa já é fato, não há mais o que debater. "O candidato com ficha suja, que registrar sua candidatura, será impugnado", disse. Quanto a Lei 9840, ele lembrou que as compras tradicionais de voto - doação de camisetas, churrascos, brindes, promessas de empregos, estão muito presentes nas eleições, mas, um jeito fácil de combater estes abusos, é acompanhado a prestação de contas dos candidatos. "Nos dias 6 de agosto e 6 de setembro, e 30 dias após a eleição, os candidatos terão que prestar contas; nesta fase é fácil acompanhar o que o candidato tem contratado para a campanha, comparando com o que de fato ele está usando", explicou. Ele também disse que o eleitor deve estar atento a quem são os financiadores das campanhas. "Quanto a compra de votos, é importante fotografar, filmar e coletar as provas", disse.

Por último, ele comentou sobre os procedimentos do candidato, que são vedados pela lei eleitoral. Importante lembrar que o evento promovido pela Pastoral Fé e Política, tem como entidades parceiras a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região e Movimento Voto Consciente Jundiaí. Os dois eventos tiveram ampla repercussão nas mídias impressa, falada, televisada e blogs da região.

O coordenador diocesano da Pastoral Fé, Política e Cidadania - Claudio Nascimento informou que, a exemplo dos eventos realizados com o envolvimento dos pré-candidatos ao legislativo, no mês de julho está programado evento que terá a participação dos já então candidatos ao executivo. Neste segundo encontro participaram mais de 80 pessoas, com representantes das cidades de Jundiaí, Salto, Várzea Paulista, Itupeva e Cabreuva.

Fonte: Reinaldo Oliveira e Claudio Nascimento / Revista Missões

Deixe uma resposta

10 − três =