Nhá Chica proclamada Venerável da Mãe Igreja

Diamantino P. de Carvalho

A Igreja Católica, que peregrina em todo o mundo, e a centenária Igreja da Campanha, plantada nas abençoadas terras sulmineiras, estão em festa com o anúncio do reconhecimento das virtudes heróicas da virtuosa Leiga Francisca de Paula de Jesus, carinhosamente conhecida por Nhá Chica, que viveu, aspergindo o bem na cidade de Baependi, dentro de nossa circunscrição eclesiástica.

Virtudes heroicas, ou simplesmente virtude heroica, é a designação canônica dada ao conjunto de requisitos de exemplaridade de vida que devem ser demonstrados para que se inicie o processo formal de canonização dentro da nossa Igreja Católica. A demonstração da existência de virtude heróica é feita pela análise, post mortem, do comportamento e percurso de vida do candidato à santidade, tendo de ficar claro, e para além de qualquer dúvida que, em vida, a conduta do candidato se pautou pela prática para além do comum das virtudes teologais e das virtudes cardeais.

O reconhecimento das virtudes heróicas de Nhá Chica (Francisca Paula de Jesus), feito hoje (14 de janeiro de 2011) pelo Santo Padre Bento XVI, em audiência ao Emmo. Sr. Cardeal Prefeito da Congregação das Causas dos Santos, o Salesiano Angelo Amato, deixa alegre a nossa Centenária Diocese da Campanha, por ver uma das suas, mais expressivas, filhas a caminho das honras dos altares. Ela passa a ser um exemplo reconhecido de fidelidade no seguimento de Cristo, pois vivendo como leiga o seu batismo, testemunhou e viveu a santidade como vocação, que a Igreja recorda a cada cristão (LG 5). É um exemplo para todos nós, mas, sobretudo, para os leigos, que no cumprimento fiel do seu dever de estado, descobrem a vontade de Deus em suas vidas, respondendo quotidianamente ao que Ele pede, em Jesus Cristo, pela ação do Espírito Santo.

Com o reconhecimento das virtudes heróicas, Nhá Chica recebe o título de "venerável". Esse é um passo importante do processo de beatificação. Aguarda-se agora a confirmação de um milagre por intercessão dela para que possa ser proclamada beata.

Recomendo, vivamente, a todos os párocos e administradores paroquiais de nossa Diocese, que comuniquem ao povo santo de Deus, neste tempo de missão, que uma de nossas filhas diletas, que evangelizou no seu tempo com o testemunho de sua vida, agora está próxima de ser elevada às honras dos altares. Demos graças a Deus por esta alegria eclesial e testemunho de que nossa Diocese oferece santos e santas à Igreja e ao Povo Santo de Deus. Que o testemunho e as virtudes de Nhá Chica abençoem o nosso qüinqüênio missionário para que, como ela, sejamos autênticos discípulos-missionários de Jesus Cristo.

Que logo possamos rezar NHÁ CHICA, ROGAI POR NÓS!

† Frei Diamantino P. de Carvalho, ofm, Bispo da Diocese da Campanha, MG.

Fonte: Diocese de Campanha, MG.

Deixe uma resposta

5 × 4 =