Atividades da Consolata inspiradas pelo combate à pobreza e exclusão social

Lucília Oliveira

«Mil milhões de pessoas sofrem de desnutrição», lembra o padre Norberto Louro, a propósito do ano que se inicia. 2010 é o Ano europeu de luta contra a fome e a exclusão social. «A fome é o sinal mais cruel e mais concreto da pobreza». Esta frase de Bento XVI vai servir de lema que inspirará todas as atividades do Instituto Missionário da Consolata em Portugal.

Na carta que escreve à Família Missionária da Consolata (que inclui todos os grupos), o missionário adianta que os eventos do ano que agora têm como objetivo «amadurecer uma consciência solidária»(Bento XVI). Norberto Louro refere ainda que os missionários estão em permanente contato com situações de pobreza e fome. A campanha deste ano «Um euro por um sorriso» reverte a favor duma obra das irmãs Missionárias da Consolata na Guiné, um dos povos mais pobres do mundo.

Das atividades que irão decorrer em 2010 destaca-se a peregrinação da Família Missionária da Consolata a Fátima, a 13 de Fevereiro. Este ano é dedicada à celebração do centenário das irmãs Missionárias da Consolata, fundadas pelo beato José Allamano, tal como o Instituto Missionário da Consolata.

A Família Missionária da Consolata volta a reunir-se em Fátima, a 6 e 7 de Novembro, para a Assembleia nacional. Missionários, missionárias e irmãos da Consolata, Leigos Missionários da Consolata, Jovens Missionários da Consolata, Mulheres Missionárias da Consolata, Solidários Missionários da Consolata e o grupo de reflexão Allamano fazem parte desta família Consolatina.

 

 

 

Fonte: Fátima Missionária

Deixe uma resposta

3 + catorze =