Dez anos em eSwatini: conversa com o bispo argentino José Luis Ponce De León

Dez Anos de Missão: Bispo José Luis Ponce De León Compartilha sua Jornada em eSwatini. Descubra os Desafios, Conquistas e Planos para o Futuro. Entrevista Exclusiva e Reflexões sobre o Sínodo.

Adaptação por Redação

Há uma década, em 27 de janeiro de 2014, o missionário argentino José Luis Ponce De León assumiu a diocese de Manzini, no reino de eSwatini. Neste aniversário, ele compartilha sua jornada como bispo.

"Cheguei à África do Sul em 1994, atuando em diversas paróquias. Em 2008, fui nomeado vigário apostólico de Ingwavuma. Em 2014, a morte repentina do bispo anterior me levou a assumir a diocese de eSwatini."

Sobre a mudança para eSwatini:

"Após a morte do meu antecessor, fui nomeado administrador da diocese. Embora geograficamente próximos, eSwatini e África do Sul têm diferenças. Em eSwatini, tornei-me responsável por duas dioceses em dois países diferentes."

A situação peculiar:

"Em pouco tempo, fui primeiro administrador e depois bispo titular em eSwatini, mantendo a administração de Ingwavuma. Tive meu momento de 'poligamia', como uma senhora local brincou."

Sua chegada e desafios:

"Encontrei uma igreja cristã diversificada, mas os católicos representam apenas 5% da população. Os desafios incluíram lidar com questões políticas em 2021 e as expectativas dos jovens após um assassinato."

Iniciativas e a chegada dos Missionários da Consolata:

"Chamei os Missionários da Consolata para fortalecer a presença na diocese. Fizemos pesquisas para envolver a comunidade, focando nos desafios dos jovens após a Covid-19."

Reflexões sobre o Sínodo:

"Vemos o Sínodo como uma oportunidade providencial para nossa diocese. Buscamos maior participação e diálogo, especialmente após a Covid-19, fortalecendo nossas redes sociais e realizando pesquisas para ouvir a comunidade."

Expectativas para o Ano Jubilar:

"O Ano Jubilar, celebrando 110 anos da chegada dos missionários e 10 anos da minha posse, será uma oportunidade para continuar nosso caminho sinodal. Planejamos congressos, clubes de paz e grupos Laudato si', renovando nossa visão para o futuro."

Fontes e autor:
Entrevista com o bispo José Luis Ponce De León. Publicado em https://bhubesi.blogspot.com/. Artigo original por P. Jaime C. Patias e P. Gigi Anataloni, IMC, disponível em www.revistamissioniconsolata.it e consolata.org

Deixe uma resposta

oito + catorze =