O tempo da Criação 2023 se aproxima!

O Tempo da Criação 2023 começará no dia 1º de setembro próximo, Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, e terminará no dia 4 de outubro, por ocasião da festa de São Francisco de Assis.

Por Juacy da Silva

“Para que o rio caudaloso continue a jorrar, devemos transformar as políticas públicas que regem as nossas sociedades e moldam a vida dos jovens de hoje e de amanhã. Políticas econômicas, que favorecem riquezas escandalosas para poucos e condições degradantes para tantos decretam o fim da paz e da justiça. É evidente que as nações mais ricas acumularam – e cito a encíclica Laudato si’ – uma «dívida ecológica». Papa Francisco, Mensagem Tempo da Criação 2023.

Estimadas amigas e estimados amigos, companheiros e companheiras de CAMINHADA ECOLÓGICA, em defesa da CASA COMUM, trilhando as pegadas da Encíclica Laudato Si, da Doutrina Social da Igreja e do despertar da consciência ambiental, base para a conversão ecológica, único caminho que nos conduz à plena CIDADANIA ECOLÓGICA, à Justiça Climática e à Justiça Intergeracional, como deseja e sempre nos exorta o Papa Francisco.

“Que a justiça e a paz fluam», é o tema do «Tempo da Criação 2023”. O mesmo é inspirado pela passagem do Livro do Profeta Amós 5,24. Conforme destacado pela Coordenação Mundial do Movimento Laudato Si “O profeta Amós clama: “Que jorre a equidade como uma fonte e a justiça como torrente que não secam!” (Amós 5: 24), e é por isso que somos chamados a nos unirmos ao rio da justiça e da paz, para promovermos a justiça climática e ecológica e falar com e pelas comunidades mais afetadas pela injustiça climática, pelo aquecimento global, pela destruição das flores, pela degradação dos biomas e dos ecossistemas e pela perda da biodiversidade.”

amazoniaO Tempo da Criação 2023 começará no dia 1º de setembro próximo, Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, e terminará no dia 04 de outubro, por ocasião da festa de São Francisco de Assis, o padroeiro da ecologia, amado por muitas denominações cristãs e não cristãs.

Indivíduos e comunidades, movimentos, organismos e Pastorais, principalmente a PEI – Pastoral da Ecologia Integral, em todas as Arquidioceses, Dioceses, Paróquias e Comunidades Católicas ao redor do mundo, inclusive no Brasil, são convidados e convidadas a participar por meio de orações, seminários, foruns de debates, conferências, atos inter-religiosos e ecumênicos, projetos de sustentabilidade e mobilização profética.

Resumindo, O Tempo da Criação, é um momento de graça que a Igreja, no diálogo ecumênico, oferece à humanidade para renovar sua relação com o Criador e com a criação, por meio da celebração, da conversão ecológica e do compromisso conjunto em defesa do Planeta Terra, da Mãe Natureza, nunca tão ameaçado, ameaçada como nos dias atuais.

Em outras palavras, o Tempo da Criação é a celebração ecumênica anual de oração e ações sociotransformadoras pela nossa casa comum.

A Coordenação mundial das comemorações relativas ao Tempo da Criação, tem insistido que as mesmas devem estar assentadas em três pilares fundamentais: Oração: sugere-se organizar um ou diversos momentos ecumênicos de oração que reúnam todos os cristãos, cristãs e pessoas de outras religiões, para cuidar de nossa casa comum; Sustentabilidade: sugere-se realizar algum projeto que represente a luta pela sustentabilidade, contra o consumismo, o desperdício ou, por exemplo, um projeto de limpeza que ajude toda a criação a prosperar e Mobilização profética: Defenda a justiça climática participando ou liderando uma campanha contínua, pelo uso de fontes alternativas de energia (solar, eólica, por exemplo) ou estimule o movimento de reciclagem ou de desinvestimento e redução do uso de combustíveis fósseis.

Além desses aspectos, é fundamental atentarmos para alguns aspectos da mensagem do Papa Francisco a respeito da importância do Tempo da Criação tanto para a Igreja Católica, quanto outras que participam do movimento ecumênico mundial, bem como de outras religiões como Católica Ortodoxa, o Islamismo, o Budismo e outras mais, que representam a diversidade religiosa mundial, cuja responsabilidade na defesa do Planeta é incontestável.

Assim, enfatizou o Papa Francisco em sua mensagem apresentada ao público mundial no último Dia Mundial do Meio Ambiente, quando foram divulgadas as diretrizes e orientações para o TEMPO DA CRIAÇÃO de 2023.

Vejamos a exortação de Francisco:

“O consumismo voraz, alimentado por corações egoístas, está a transtornar o ciclo da água do planeta. O uso desenfreado de combustíveis fósseis e a destruição das florestas estão a criar uma subida das temperaturas e a provocar secas graves. Terríveis carências hídricas estão a afligir cada vez mais as nossas casas, desde as pequenas comunidades rurais até às grandes cidades. Além disso, indústrias predatórias estão a esgotar e poluir as nossas fontes de água potável com atividades extremas, como o fraturamento hidráulico para a extração de petróleo e gás, os megaprojetos de extração descontrolada e a engorda acelerada de animais. Apropriam-se da «irmã água» – como lhe chama São Francisco –, transformando-a em «mercadoria sujeita às leis do mercado» (Papa Francisco, Carta enc. Laudato si’, 30).

O Painel Intergovernamental das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (IPCC) defende uma ação urgente em prol do clima a fim de nos impedir de malbaratar a ocasião para criar um mundo mais sustentável e justo. Podemos e devemos evitar que se verifiquem as piores consequências. E «é tanto o que se pode fazer» (Ibid., 180), se no final, como tantos riachos e torrentes, confluirmos num rio caudaloso para irrigar a vida deste nosso planeta maravilhoso e das gerações futuras da nossa família humana. Unamos as mãos e demos passos corajosos, para que a justiça e a paz jorrem em toda a Terra.

Como podemos contribuir para o rio caudaloso da justiça e da paz neste Tempo da Criação? Que podemos nós, sobretudo como Igrejas cristãs, fazer para sanar a nossa casa comum, para que volte a pulular de vida? Devemos decidir-nos a transformar os nossos corações, os nossos estilos de vida e as políticas públicas que regem a nossa sociedade.”

Importante também é destacar que durante o Tempo da Criação de 2023 constam algumas datas ou dias especiais como parte do calendário oficial do Brasil, principalmente relacionados com temas ou questões ambientais/ecológicas, que, em princípio deveriam também ser objeto das comemorações no âmbito das Igrejas Católica, evangélicas ou de outras religiões, como mecanismo visando despertar a consciência da população em relação a tais temas/assuntos, neste Tempo da Criação em 2023.

Essas datas são as seguintes: 05 de setembro – Dia da Amazônia; 11 de setembro – Dia do Cerrado; 16 de setembro Dia Internacional para a preservação da camada de ozônio; 21 de Setembro – Dia da Árvore; 29 de Setembro – Dia internacional da consciência sobre as perdas e desperdício de alimentos; Dia 04 de Outubro – além de ser o Dia de São Francisco de Assis, também será o Dia da Natureza e o Dia dos Animais.

Como podemos perceber não faltarão momentos significativos durante este Tempo da Criação 2023, para que a Igreja, através de sua hierarquia eclesiástica, bem como através de seus fiéis, leigos e leigas, possamos dedicar não apenas para nossas orações, que são importantes; mas também, aprofundarmos nossas reflexões quanto ao nosso papel como cidadãos, cidadãs na defesa concreta, através de nossas ações proféticas e sociotransformadoras, visando o despertar da consciência coletiva quanto ao que está acontecendo com o nosso planeta, a partir de nossa realidade concreta, em nossas paróquias, comunidades, Diocese e Arquidioceses.

Este é o sentido e o significado do Tempo da Criação e do papel da Igreja, dos cristãos e não cristãos na defesa de nossa Casa Comum, tão ameaça pela busca insensata de lucros imediatos, ignorando os limites da natureza e o impacto que isto está tendo sobre a humanidade inteira!

Juacy da Silva, professor universitário, aposentado Universidade Federal de Mato Grosso, Sociólogo, mestre em Sociologia, ambientalista e articulador da Pastoral da Ecologia Integral. Email profjuacy@yahoo.com.br Instagram @profjuacy Whats app 65 9 9272 0052

Deixe uma resposta

três × 1 =