2º Encontro da Rede Itinerante Amazônica: Construindo Novos Caminhos de Sinodalidade e Itinerância na Amazônia

A Rede Itinerante Amazônica, animada pela Confederação Latino-Americana de Religiosos e Religiosas (CLAR) e pela Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM), está se preparando para o seu segundo encontro presencial, que acontecerá de 3 a 6 de agosto de 2023 em Puerto Leguízamo, Putumayo, na Amazônia colombiana, na fronteira com o Peru.

Por comunicação CLAR-REPAM

O tema do encontro, que contará com aproximadamente 50 participantes, será “Sinodalidade e Itinerância”, inspirado no texto bíblico: “Eles se colocaram a caminho e foram de aldeia em aldeia…” (Lc 9,6a). O encontro promete ser uma experiência de grande alegria, esperança e colaboração para fortalecer a missão da Vida itinerante na Amazônia.

O objetivo geral deste 2º Encontro é promover um espaço de convergência e integração das equipes itinerantes na Amazônia, a fim de fortalecer a rede na perspectiva da sinodalidade.

Entre os objetivos específicos estão: fazer memória do processo percorrido para a construção da Rede Itinerante; favorecer a partilha entre as equipes itinerantes para descobrir horizontes e perspectivas que favoreçam a inserção na realidade através da visita a alguma experiência missionária; oferecer um espaço de formação sobre sinodalidade e itinerância; projetar o futuro da Rede Itinerante Amazônica, incluindo aspectos de coordenação e animação por parte da CLAR e da REPAM, assim como das atividades futuras.

Na querida Amazônia

O Papa Francisco, em sua Exortação Apostólica “Querida Amazônia” (n. 98), destaca a importância das equipes missionárias itinerantes e o apoio à sua inserção e itinerância entre os mais empobrecidos e excluídos.

A Rede Itinerante Amazônica consolidou sua caminhada com o primeiro encontro presencial em Manaus, Amazonas, Brasil, em agosto de 2019, pouco antes do Sínodo Amazônico. Após o período de isolamento e adaptação ao trabalho online, devido às diversas circunstâncias impostas pela pandemia e às longas distâncias da Amazônia, esse encontro presencial se faz necessário.

Encuentro-Red-Itinerante

É um momento oportuno para os membros da rede se reencontrarem, conhecerem suas realidades atuais e continuarem tecendo juntos a Rede Itinerante a partir dos territórios estão presentes. É também uma excepcional oportunidade para compartilhar experiências, sonhos e desafios e, sobretudo, construir novos caminhos sinodais na Amazônia.

Sinodalidade e Itinerância

“Somar para chegar juntos onde não podemos sozinhos” (Documento Final do Sínodo Amazônico, nº 39) é a ideia-chave por trás das equipes missionárias itinerantes que tecem e constroem comunidades ao longo das estradas e margens dos rios da Amazônia, fortalecendo a sinodalidade eclesial na região (cf. DF Sínodo Amazônico, 40). A sinodalidade e a itinerância são conceitos fundamentais para enfrentar os desafios da Igreja e da vida missionária itinerante na Pan-Amazônia.

Serão abordados temas-chave como a espiritualidade itinerante, a sinodalidade na Igreja amazônica e sua relação com a itinerância, bem como a coordenação e articulação da Rede Itinerante animada pela CLAR e REPAM. Caminhar juntos na diversidade, unindo recursos humanos, pastorais, técnicos e econômicos é essencial para enfrentar os desafios da vida comunitária na missão itinerante.

Espiritualidade Encarnada

A espiritualidade encarnada será a base da oração a Deus, em sintonia com o território e a realidade que clama por ações concretas em favor da vida. Os participantes serão portadores de realidades, rostos, experiências, desafios, medos, esperanças, sonhos e certezas, a fim de oferecer uma visão ampla da missão na Amazônia.

Contemplaremos elementos, sinais e símbolos que representam a cultura e a identidade dos povos originários e das comunidades ribeirinhas acompanhadas pelas equipes de vida e missão, que incluem, leigas e leigos, sacerdotes, diáconos, religiosas e religiosos.

A metodologia do encontro busca la participação ativa e enriquecedora. Através de momentos de ver, ouvir, tocar e sentir a realidade, analisaremos a situação da Amazônia e refletiremos sobre a sinodalidade como um processo eclesial que favorece um “sentirpensar” coletivo.

Da mesma forma, se incentivará a ação, deixando fluir na Amazônia las diferentes margens para manter viva a esperança e celebrar a vida, mesmo em lugares e situações em que a “morte” pode estar presente. Somos sempre chamados a “remar para águas mais profundas”.

Compromisso renovado

Convidamos você a seguir e acompanhar este 2º Encontro da Rede Itinerante Amazônica como uma manifestação concreta do compromisso renovado com a missão na região amazônica.

Vivamos este encontro como uma oportunidade única de fortalecer os laços fraternos, tecer redes de solidariedade e continuar construindo uma Igreja viva e encarnada na realidade amazônica. A sinodalidade e a itinerância serão os pilares que guiarão nossos passos rumo a novos horizontes de esperança na Amazônia.

Fonte: REPAM

Deixe uma resposta

16 − catorze =