Igreja Católica na Arábia meridional: Omã, Emirados e Iêmen

Os católicos estão organizado no Vicariato Apostólico da Arábia Meridional com 16 paróquias e 52 centros pastorais ou filantrópicos, onde a maioria da população é muçulmana.

Por Fernando Altemeyer *

O Vicariato Apostólico da Arábia Meridional tem uma superfície de 929.969 quilômetros quadrados, englobando três países: Omã, Emirados Árabes Unidos e Iêmen. Na região se falam árabe, inglês, swahili, farsi, mehri, soqotri e somali.

Atualmente nos três países envolvidos estão 36.653.458 habitantes, sendo 883.997 católicos, 2,4% do total, segundo as estatísticas publicadas pela Santa Sé.

Dados eclesiais

Há uma circunscrição eclesiástica que é o Vicariato Apostólico da Arábia Meridional, ligado diretamente à Santa Sé, com um vigário apostólico que mora em Abu Dhabi: Dom Paul Hinder, OFM Cap., com 80 anos, nascido na Suíça.

A organização pastoral se faz por meio de 16 paróquias e 52 centros pastorais ou filantrópicos. São ministros do povo de Deus 45 sacerdotes, um diácono permanente, 53 irmãos consagrados e 61 religiosas consagradas.

Os muçulmanos são 97,5 % da população. A presença católica remonta ao período pré-islâmico e, suprimida posteriormente.

Comunidade católica na região de Ruwais, Igreja de São João Batista – Foto: VaticanNews

Comunidade católica na região de Ruwais, Igreja de São João Batista – Foto: VaticanNews

Foi erigido o Vicariato Apostólico de Aden criado em 04/05/1888. O nome foi alterado em 28/06/1889 para Vicariato apostólico da Arábia. O primeiro vigário foi dom Louis-Callixte Lasserre, OFM Cap., indicado prefeito em 1886 e assumindo em 24/04/1888, resignou em 1900 e faleceu em 22/08/1903.

Um novo vicariato foi estabelecido em 31/05/2011 denominado Vicariato Apostólico da Arábia do Sul (Meridional) incluindo Bahrain, Omã, Catar, Arábia Saudita e Iêmen. Nesse território há presença de células terroristas jihadistas, particularmente no Iêmen. O papa Francisco esteve nos Emirados em fevereiro de 2018.

Nenhum cardeal nomeado pela Igreja.

Nenhum bispo católico havia na Arábia Meridional quando da realização do Concílio Vaticano I de 08/12/1869 a 20/10/1870.

Bispo participante do Concílio Vaticano II de 1962 a 1965:

Dom Irzio Luigi Magliacani, O.F.M. Cap.. Hoje falecido.

Arabia-Meridional

Emirados árabes unidos – UAE

United Arab Emirates (Al-Imarat al-‘Arabiyah al-Muttabidah) reúne Abu Dhabi, Dubai, Sharjah, Ajman, Umm Al-Qiwis, Ras al-Khaimah e Fujairah, com uma superfície de 89.880 quilômetros quadrados. É um Estado independente do Golfo Pérsico tendo como capital Abu Dhabi. Faz fronteiras com Arábia Saudita e Omã. Tem uma população de 8.495.000 habitantes e cerca de 800.000 católicos, ou seja, 9,4% da população.

Existem oito paróquias, 16 centros de atendimento pastoral, com 32 sacerdotes, 38 religiosas, um missionário leigo e 583 catequistas.  Os muçulmanos sunitas são 80% e os xiitas são 7%. Era colônia britânica até março de 1971. Os católicos são praticamente estrangeiros oriundos de Paquistão, Índia, USA, Bangladesh e Filipinas. A Igreja de Santa Maria pode acomodar 1.800 pessoas sentadas, sem sinos ou cruz exterior. É uma das regiões mais ricas do planeta.

Sultanato de Omã

O Saltanat Uman faz fronteira com Arabia Saudita, Emirados e Iêmen. É uma monarquia independente na Península arábica ocidental que controla o estreito de Ormuz. Tem uma superfície de 236.040 quilômetros quadrados. Capital: Metro Mascate. São quatro paróquias, 39 centros de pastoral, nove padres, 130 catequistas. São 3.028.000 habitantes e 80 mil católicos, ou seja, 2,6% da população.

Muçulmanos Ibadis são 75%, hinduístas formam 13%, protestantes presentes como a Igreja reformada americana desde 1893. Praticamente todos os católicos são oriundos de Filipinas, Índia e do Ocidente. É proibido o proselitismo cristão entre os muçulmanos. Índice de fecundidade é de 3,5 filhos por mulher. Expectativa de vida é de 75 anos. Não possui relações diplomáticas com o Estado do Vaticano.

República do Iêmen

Com uma superfície de 527.970 quilômetros quadrados, faz fronteiras com a Arábia Saudita e Omã. Tem uma população de 25.130.000 habitantes sendo 3.997 católicos, ou seja, 0,02% da população. Os católicos são todos estrangeiros vivendo no país. Muçulmanos sunitas são 53%, muçulmanos Zaiditas são 36%.

Existem quatro paroquias, sete centros de atendimento pastoral católicos, quatro padres religiosos salesianos e 23 religiosas consagradas das filhas de Santa Teresa de Calcutá. Iêmen é a terra do antigo Reino de Saba. Existe um grupo de comunidades judaicas.

No ano 628 foram ocupados pela expansão islâmica. O Estado é regido pela Sharia islâmica. Vive uma guerra civil desde 2014. Como consequência, há dois milhões de crianças com menos de cinco anos, das quais 358 mil sofrem de má-nutrição aguda e má nutrição aguda grave. Infelizmente, as previsões é que este número aumente. Recentes análises revelam que a situação nutricional de quase 10% dos 1,4 milhões de crianças residentes em 133 distritos do Iêmen meridional agravou-se entre Janeiro e Outubro de 2020. Isto em razão do aumento de mais 15% – quase 100 mil crianças – com desnutrição aguda grave.

* Perfil da Igreja Católica da Arábia Meridional envolvendo Omã, Emirados Árabes Unidos e Iêmen. Pesquisa preparada para o Portal da Consolata pelo Prof. Dr. Fernando Altemeyer Junior, assistente doutor do departamento de Ciências Sociais da PUC-SP. Email: fajr@pucsp.br
Fontes de pesquisa: http://cardinals.fiu.edu/; http://www.catholic-hierarchy.org/; https://pt.wikipedia.org/ ; https://www.pewforum.org/; www.vatican.va

Deixe uma resposta

1 × um =