Dom Ambrogio Ravasi: "Sejam muito gratos a Deus"

DSC_0043-1024x682

Dom Ravasi no Santuário “Maria Mfariji” em Marsabit. Foto: Jaime C. Patias

Faleceu esta sexta-feira, 30 de outubro, no Hospital MP Shah em Nairobi no Quênia, o bispo emérito de Marsabit, Dom Ambrogio Ravasi, IMC. Tinha 91 anos, dos quais 68 de Profissão Religiosa, 63 Sacerdócio e 39 Episcopado. “A evangelização não será frutuosa se não envolvermos os cristãos locais”, defendia o bispo.

Por Jaime C. Patias *

Nascido em Bellusco na Província de Milão, no norte de Itália, a 17 de fevereiro de 1929, Dom Ravasi entrou no Instituto da Missão Consolata em Turim. Fez a sua primeira profissão religiosa em 1951. Após completar os seus estudos, foi ordenado sacerdote a 9 de fevereiro de 1957 em Washington, EUA, onde trabalhou como missionário até 1971. Nesse ano, partiu para o Quênia, onde realizou o seu apostolado missionário. Em 1981 foi eleito Bispo de Marsabit sucedendo Dom Carlo Cavallera, também missionário da Consolata italiano, como pastor entre os pastores nômades da vasta região norte do Quénia. Leia Mais

 

 

Deixe uma resposta

2 × 2 =