Missionários da Consolata realizam Assembleia Continental

Participam do encontro, 23 missionários das Regiões IMC da Argentina, Brasil, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, México, Canadá e Estados Unidos.

Por Jaime C. Patias

Uma missa cheia de símbolos que recordam a missão, inaugurou a Assembleia Continental Pré-capitular do Instituto Missões Consolata (IMC), na cidade de Bogotá, Colômbia. Realizada na paróquia Maria Mãe das Missões, neste domingo, 8 de janeiro, a celebração foi presidida por dom Joaquin Pinzon, IMC, bispo do Vicariato Apostólico de Porto Leguízamo-Solano na Amazônia colombiana.

“A Epifania é a manifestação de Deus em seu Filho Jesus a todos os povos, a todas as nações, a todas as pessoas. Esta festa completa a celebração do Natal. Deus não poderia se manifestar apenas a um povo, mas a todos sem distinção”, explicou dom Joaquin. Ao se dirigir aos missionários da Consolata, o bispo colombiano afirmou: “a exemplo dos reis Magos, vocês vieram de diversos países e caminhos com o desejo de juntos buscar respostas aos desafios da missão neste Continente. Desejamos que todos saibam onde encontrar o Senhor. E que todas as reflexões sobre a universalidade da missão sejam feitas na escuta da voz de Deus que vem das periferias. Que se deixem conduzir pela estrela do carisma que inspirou o Fundador e que não tenham medo de voltar por outros caminhos, mais coerentes com a defesa da vida”, completou dom Joaquin.

assembleiacolombia6Participam do encontro, 23 missionários representantes das Regiões IMC da Argentina, Brasil, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, México, Canadá e Estados Unidos. Estão presentes também, os membros da Direção Geral vindos de Roma, o Superior Geral, padre Stefano Camerlengo e três de seus Conselheiros.

Os trabalhos da Assembleia serão orientados por um documento de estudo preparado com a contribuição das províncias sobre a missão do Instituto nos diversos contextos do continente americano: povos indígenas, afro-americanos, periferias urbanas e Amazônia. Serão debatidos também, temas como a pastoral, Animação Missionária Juvenil e Vocacional, formação, obras de promoção humana e comunicação.

Enquanto o Instituto da Consolata vive um processo de conversão, revitalização e reestruturação, o Papa Francisco fala de “uma inadiável renovação eclesial”, de “uma Igreja em saída”. Segundo o documento de estudo da Assembleia, revitalizar a congregação significa, recuperar em todos os missionários a fidelidade ao carisma, que é a missão Ad Gentes, aos povos.

O encontro que se estenderá até sábado, dia 14, é mais uma etapa no processo de preparação ao XIII Capítulo Geral da Congregação a ser realizado em Roma, entre os dias 22 de maio e 20 de junho do corrente ano.

Nesse sentido, os missionários da Europa, África e Ásia já realizaram suas assembleias. Agora chegou a vez da América. Padre Salvador Medina, Conselheiro Geral e coordenador da Assembleia explica o principal objetivo do evento. “Definir um Projeto para os missionários da Consolata na América. Nos próximos meses, a Direção Geral em Roma, analisará os quatro documentos continentais e elaborará um texto único contemplando a diversidade. Este será o documento de trabalho do Capítulo Geral”.

Fundado em 1901 pelo Bem-aventurado José Allamano, padre da arquidiocese de Turim, norte da Itália, o Instituto Missões Consolata conta hoje com mais de mil membros entre padres e irmãos atuando em 24 países da Europa, Ásia, África e América. Os missionários IMC chegaram no Brasil em 1937, na Argentina e Colômbia em 1947, depois se espalharam pelo continente.

Deixe uma resposta

3 × cinco =