Papa Francisco pede respeito pelas minorias religiosas na Ásia

Rede Mundial de Oração do Papa congrega cerca de 35 milhões de pessoas em todo o mundo, divididas por dez idiomas, incluindo o português.

Por Agência Ecclesia

O Papa Francisco convidou a respeitar e proteger os cristãos e todas as minorias religiosas no “variado mundo cultural da Ásia” onde “a Igreja enfrenta muitos riscos”, numa intervenção publicada hoje.

“Peçamos por todos eles, para que, nos países asiáticos, os cristãos e as outras minorias religiosas possam viver a sua fé com toda a liberdade”, solicita o pontífice no ‘Vídeo do Papa’, divulgado através das redes sociais.

PAPAANONOVONa intenção de oração para o mês de janeiro, o Papa pede às pessoas que estejam do lado dos homens e mulheres que “lutam para não renunciar à sua identidade religiosa”.

“No variado mundo cultural da Ásia, a Igreja enfrenta muitos perigos e o seu trabalho ainda é mais difícil pelo facto de ser uma minoria”, realça Francisco, no vídeo divulgado mensalmente com uma nova intenção de oração e com a ajuda das redes sociais.

Neste contexto, o pontífice explica que os perigos e os desafios são partilhados com “outras tradições religiosas minoritárias”, com quem se partilha “um desejo de sabedoria, verdade e santidade”.

“Quando pensamos naqueles que são perseguidos por sua religião, vamos mais além das distinções de rito ou de confissão”, assinala.

A Rede Mundial de Oração do Papa, que desenvolve o conteúdo vídeo, contextualiza que a Ásia é o maior continente do mundo, com mais de 43 milhões de quilômetros quadrados, e alberga uma quantidade inumerável de minorias religiosas.

O diretor internacional da rede de oração, o padre Jesuíta Frédéric Fornos, sublinha que o continente asiático é “muito importante para o anúncio do Evangelho”.

De recordar que o Papa Francisco esteve no final de novembro de 2017 em Mianmar e no Bangladesh, onde destacou a importância dos diferentes credos religiosos viverem em harmonia e paz e o ‘Vídeo do Papa’ nesse mês também foi dedicado à Ásia, onde disse que impressiona-o “a variedade dos povos, herdeiros de antigas culturas, religiões e tradições”.

O Vídeo do Papa, que conta com o apoio da Rede Mundial de Oração do Papa – Portugal, é produzido pela La Machi – Comunicação para Boas Causas, com o apoio da Companhia de Jesus, e a colaboração do Portal Vatican News, entre outras organizações.

Estima-se que a Rede Mundial de Oração do Papa congregue cerca de 35 milhões de pessoas em todo o mundo, divididas por dez idiomas, incluindo o português.

Desde o seu lançamento, em janeiro de 2016, já teve mais de 20 milhões de visualizações nos seus canais próprios.

Deixe uma resposta

quatro × três =