Tríduo Pascal no Ano Santo da Misericórdia

Papa Francisco destaca o Tríduo Pascal que iniciamos amanhã, dia 24 de março, em sua audiência geral no Vaticano.

Por Rádio Vaticano

O tema da catequese do Papa Francisco na Quarta-Feira da Semana Santa, 23 de março, na Praça de São Pedro foi o Tríduo Pascal que estamos para viver neste Jubileu da Misericórdia.

Na Páscoa deste Ano Santo “celebramos o mais importante mistério da nossa fé, um mistério que nos fala de misericórdia, de um amor que não conhece obstáculos” – disse o Santo Padre que sublinhou cada um dos dias importantes desta Semana Santa.

papa23022016Na Quinta-feira Santa – disse o Papa – ao celebrar a instituição da Eucaristia, refletimos sobre amor que se faz serviço; sobre a presença que sacia a fome dos homens e que nos impele a fazer o mesmo com os outros.

Na Sexta-feira, com a Paixão de Cristo, deparamo-nos com o momento culminante do amor, um amor que não exclui ninguém – afirmou o Santo Padre.

No Sábado Santo, contemplamos, no silêncio de Deus, o amor que se solidariza com todos os abandonados e que se faz espera pela vida nova ressuscitada – declarou o Papa que destacou o silêncio de Maria, Mãe de Jesus considerando ser o ícone de Sábado Santo: “Nossa Senhora viveu aquele Sábado Santo esperando” – disse o Papa Francisco.

O Tríduo Pascal é assim – concluiu o Santo Padre – um convite a fixar o olhar na paixão e morte do Senhor, para poder acolher no coração a grandeza do seu amor, na espera da Ressurreição.

Nas saudações em língua italiana destaque para a declaração do Papa Francisco sobre os atentados em Bruxelas nesta terça-feira dia 22 de março:

“Com o coração dorido segui as tristes notícias dos atentados terroristas acontecidos ontem em Bruxelas, que causaram numerosas vítimas e feridos. Asseguro a minha oração e a minha proximidade à cara população belga, a todos os familiares das vítimas e a todos os feridos.”

“ Dirijo novamente um apelo a todas as pessoas de boa vontade para unirem-se na unânime condenação destas cruéis abominações que estão a causar apenas morte, terror e horror. A todos peço de perseverar na oração e em pedir ao Senhor, nesta Semana Santa, de confortar os corações aflitos e de converter os corações destas pessoas cegas pelo fundamentalismo cruel, pela intercessão da Virgem Maria.”

Francisco propôs a todos os fiéis uma Ave Maria e um momento de oração em silêncio.

Fonte: Rádio Vaticano

Deixe uma resposta

oito + 12 =