Preparativos para a beatificação dos primeiros missionários mártires do Peru

A cerimônia que se realizará em 5 de dezembro na cidade de Chimbote, Ancash (norte do Peru)

Com Pom, com Fides
Fotos: Divulgação

000 a a a aperu O prefeito da Congregação das Causas dos Santos, cardeal Angelo Amato, presidirá a beatificação dos três missionários mártires – os franciscanos (OFM) poloneses Michael Tomaszek e Zbigniew Strzalkowski e o sacerdote diocesano italiano Alessandro Dordi, assassinados pelos terroristas do Sendero Luminoso em 9 e 25 de agosto de 1991 em Pariacoto e em Rinconada.

A cerimônia que se realizará em 5 de dezembro na cidade de Chimbote, Ancash (norte do Peru) foi confirmada pelo bispo da diocese de Chimbote, dom Angel Francisco Piorno Simon. Além do cardeal Amato, confirmaram presença também o presidente do Peru, Ollanta Humala, dois ministros e o presidente da Magistratura.

000 a a a a peruSegundo informações da diocese de Chimbote, o rito se realizará no estádio da cidade de Chimbote, enquanto na véspera haverá uma vigília de oração na Catedral, com início às 19h, para a qual foram convidadas as delegações provenientes de todo o país. No domingo, 6 de dezembro, será inaugurada uma mostra fotográfica sobre o Bem-aventurado Alessandro Dordi e será celebrada a missa de ação de graças. Também está prevista uma noite cultural. Às 16h30, acontecerá uma peregrinação ao local do martírio do padre Sandro, e às 17h a cerimônia da deposição da primeira pedra para a construção da capela "Beato padre Sandro Dordi".

A população de Chimbote e de toda a região está se preparando com entusiasmo para este evento que beatificará os primeiros mártires da diocese e do Peru.

Fonte: Pom

Deixe uma resposta

9 − 2 =