Igreja Católica consagrou bem-aventurados e veneráveis em 2023

Dentro do processo do Dicastério da Causa dos Santos, dois brasileiros tiveram suas virtudes heroicas reconhecidas.

Por Redação

Em 2023, algumas mulheres e alguns homens tiveram suas virtudes reconhecidas pelo Dicastério para a Causa dos Santos (antiga Congregação para as Causas dos Santos), e receberam o título de Servo de Deus, de Venerável, ou seja, digno de veneração após a investigação da vida e também os que foram considerados bem-aventurados, a partir de um milagre comprovado ou de seu martírio. Também o Dicastério publicou o nome de Bem-aventurados que tiveram avanços em seus processos para a canonização. Diferente do que foi em 2022, quando tivemos 12 pessoas  eleitas como santos e santas, no ano de 2023 não tivemos celebrações de canonizações, ou seja, da comprovação de um segundo milagre ou das virtudes de mártires que ainda estão neste processo.

Na página oficial do Dicastério, estão publicados os decretos de 2023, com a confirmação de oito beatificações (pelo menos um milagre reconhecido ou seu martírio):

Os franceses Henri Planchat, Ladislas Radigue e três companheiros
Maria de la Concepción Barrecheguren y García (Espanha) e Jacinto Vera (Uruguai)
Elisa Martinez (Itália)
A família polonesa de Józef, Wiktoria Ulma e seus sete filhos
Giuseppe Beotti (Itália)
Os espanhóis Manuel González-Serna Rodríguez e 19 companheiros
O cardeal argentino Eduardo Francisco Pironio

O Vaticano também confirmou que 36 Servas e Servos de Deus tiveram suas virtudes heroicas comprovadas e se tornaram Veneráveis, entre estes, dois brasileiros:.

guido_schaeffer_2_reproducao_arquidiocese_rioGuido Schäffer
Médico, seminarista e surfista, que sempre ajudou os mais pobres durante toda sua vida, tanto no Hospital da Santa Casa como nas ruas da cidade.

Ele nasceu em 22 de maio de 1974, em Volta Redonda–RJ. Em 1988, formou-se em Medicina e, um ano depois, iniciou sua residência médica na Santa Casa de Misericórdia e o atendimento médico à população de rua com as Missionárias da Caridade. Em 2001, passou a integrar o corpo clínico da Santa Casa e a atuar na Pastoral da Saúde.

Inclinado ao ministério presbiteral, iniciou os estudos preparatórios no Mosteiro de São Bento, em 2002, e ingressou no Seminário São José em 2008. O seu amor à Eucaristia, a sua vida de profunda oração, a sua entrega abnegada aos pobres e doentes, a sua dedicação missionária e a sua humildade em esperar o momento de receber o Sacramento da Ordem, que fortemente desejava, são traços que compõem o retrato da alma de Guido.

Guido faleceu aos 34 anos, em um acidente enquanto surfava com amigos.

Veneravel_Tereza_Margarida-773742-683x1024Irmã Tereza Margarida do Coração de Maria
Monja da Ordem das Carmelitas Descalças, morreu em 2005, devido a uma doença pulmonar.

No Carmelo de Aparecida, SP, ela foi vice-mestra das noviças. A religiosa era conhecida como “Nossa Mãe”.

Nascida em Borda da Mata, MG, em 24 de dezembro de 1915, ingressou na vida religiosa aos 22 anos, em Mogi das Cruzes, SP.

Em Três Pontas, MG, Madre Tereza fundou o Carmelo São José. Na casa religiosa, viveu a maior parte da vida, estão hospedadas diversas monjas vindas de diversos carmelos de Minas Gerais.

Fonte: A12

Deixe uma resposta

18 + 15 =