O Papa aos jovens, tráfico humano: sejam missionários da dignidade humana

Na mensagem de vídeo para o Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Pessoas, o Papa ressalta que "o sistema do tráfico se aproveita de injustiças e desigualdades que obrigam milhões de pessoas a viver em condições de vulnerabilidade". Inaugurado um ano especial de envolvimento juvenil até o próximo Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Pessoas de 2024.

Por Mariangela Jaguraba

Foi divulgada a mensagem de vídeo do Papa Francisco para o 9° Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Pessoas, celebrado nesta quarta-feira (08/02).

O Pontífice lembra que neste dia a Igreja recorda Santa Josefina Bakhita, padroeira das vítimas do tráfico de pessoas, e o tema deste ano "Caminhar pela dignidade", que envolve os jovens como protagonistas. O Papa os encoraja "a cuidar de sua dignidade e de cada pessoa que encontrarem" e disse que esse tema é muito importante, pois "indica um grande horizonte para o seu compromisso contra o tráfico: a dignidade humana". "Desta forma, vocês poderão contribuir para manter viva a esperança", diz ele, convidando-os a guardar em seu coração a alegria e a Palavra de Deus, pois "a verdadeira alegria é Cristo".

“O tráfico de pessoas desfigura a dignidade. A exploração e a sujeição limitam a liberdade e transformam as pessoas em objetos a serem usados​​ e descartados. O sistema do tráfico se aproveita de injustiças e desigualdades que obrigam milhões de pessoas a viver em condições de vulnerabilidade.”

De fato, pessoas empobrecidas pela crise econômica, guerras, mudanças climáticas e tanta instabilidade são facilmente recrutadas. Infelizmente, o tráfico humano cresce de forma preocupante, afetando especialmente os migrantes, mulheres e crianças, jovens como vocês, pessoas cheias de sonhos e vontade de viver com dignidade.

"Sabemos que vivemos um tempo difícil, mas é precisamente nesta realidade que todos nós, especialmente os jovens, somos chamados a unir forças para tecer redes do bem, para difundir a luz que vem de Cristo e do seu Evangelho, a luz que simbolicamente será entregue nestes dias aos jovens que vieram a Roma para representar as organizações que colaboram há anos para este dia de oração e compromisso contra o tráfico de pessoas", diz ele.

Caminhar juntos contra o tráfico

"Com este gesto vocês são enviados como missionários da dignidade humana, contra o tráfico de pessoas e todas as formas de exploração", sublinha Francisco, afirmando que se inaugura um ano especial de envolvimento juvenil, até o próximo Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Pessoas de 2024. "Guarda esta luz e vocês serão uma bênção para outros jovens. Nunca se cansem de buscar maneiras de transformar nossas sociedades e prevenir essa chaga vergonhosa do tráfico de pessoas", reitera.

"Caminhar pela dignidade, contra o tráfico de pessoas, sem deixar ninguém para trás", disse ainda o Papa, retomando algumas expressões escritas pelos jovens:

Caminhar de olhos abertos para reconhecer os processos que levam milhões de pessoas, especialmente jovens, a serem traficadas para serem brutalmente exploradas. Caminhar com o coração atento para descobrir e apoiar os percursos cotidianos para a liberdade e dignidade. Caminhar com esperança para promover ações contra o tráfico. Caminhar juntos dando as mãos para apoiar-se mutuamente e construir uma cultura do encontro, que leve à conversão dos corações e a sociedades inclusivas, capazes de proteger os direitos e a dignidade de cada pessoa.

O Papa espera que muitos acolham o convite para caminhar juntos contra o tráfico: "Caminhar junto com quem está destruído pela violência da exploração sexual e do trabalho, caminhar junto com os migrantes, os deslocados, com quem procura um lugar para viver em paz e dignidade em família. Junto com vocês, jovens, para reafirmar com coragem o valor da dignidade humana", conclui.

Fonte: Vatican News

Deixe uma resposta

4 × 2 =