Letra do Hino da Campanha da Fraternidade 2023 foi escolhida

Texto é de autoria de dois seminaristas dehonianos de Santa Catarina.

Por Redação A12

Aos poucos, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) vai se organizando para a tradicional Campanha da Fraternidade, que em 2023 será inaugurada no dia 22 de fevereiro, Quarta-feira de Cinzas.

A CNBB divulgou nesta semana que foi escolhida a letra do hino da Campanha da Fraternidade do ano que vem, que terá como tema “Fraternidade e fome” e o lema “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Mt 14,16b).

O texto é de autoria de dois seminaristas dehonianos: Clark Victor Frena, de 17 anos, e Geovan Luiz Alberton, de 23 anos. Os dois estudam no Seminário São José, em Rio Negrinho, no estado de Santa Catarina.

Em entrevista ao site da CNBB, os dois disseram que a letra foi fundamentada principalmente na Sagrada Escritura, nos documentos da Igreja e nas falas do Papa Francisco nas quais é abordada a problemática da fome no mundo.

“O desenvolvimento da letra seguiu-se conforme as orientações do próprio concurso, onde explanamos, em linguagem poética, a missão da Igreja de ser propagadora do mandato do Senhor: ‘Dai-lhes vós mesmos de comer.’ (Mt 14,16b). Também, destacou-se a importância da partilha como auxílio no combate à fome e como propósito para uma boa vivência da quaresma. Além do mais, buscou-se, a partir da letra, conscientizar a sociedade da necessidade de uma ação fraterna em prol dos que mais necessitam de valor, alimento e lugar”, partilharam.

A notícia de que a obra foi escolhida chegou por meio de ligação e depois com uma carta enviada pela Secretaria Geral da CNBB.

Confira a letra oficial:

Hino da Campanha da Fraternidade 2023

Tema: Fraternidade e fome

Lema: “Dai-lhes vós mesmos de comer.” (Mt 14,16b)

1) Vocação e missão da Igreja:

Responder ao apelo do Senhor (cf. Mt 14,16b)

De sermos no mundo a certeza

Da partilha, milagre do amor (cf. Mt 14,13-21)

R: Ó Bom Mestre a vós recorremos (cf. Mt 14,13b)

Ajudai-nos a fome vencer

Recordai-nos o que nós devemos:

“Dai-lhes vós mesmos de comer.” (Mt 14,16b)

2) Jesus Cristo, pão da vida plena (cf. Jo 6,35)

Em sua mesa nos faz assentar (cf. 1Sm 2,8)

E sacia a nossa pobreza

Para um mundo mais justo formar

3) Unidos nesse tempo propício

De jejum, oração, caridade (cf. Mt 6,1-18)

Recordemos, pois é nosso ofício

Cultivar e plantar a bondade

4) A ausência da fraternidade

Nos leva a desviar o olhar (cf. Eclo 4,5)

Do irmão que tem necessidade

De valor, alimento e lugar

5) A fome agravada no mundo,

Vem de uma visão arrogante (cf. Pr 21,24)

A carência do amor mais profundo (cf. 1Jo 4,20-21)

Que nos torna irmãos tão distantes

6) Nas cidades e em todo lugar

Que se abra o nosso coração (cf. Ef 1,18)

À alegria de poder partilhar (cf. At 2,42)

O pão nosso em feliz oração (cf. Mt 6,11)

Deixe uma resposta

treze − oito =