Bispos da CNBB do Nordeste rechaçam privatização da Eletrobras

Os bispos afirmaram que a privatização da Chesf causará um grande impacto, afetando especialmente as populações ribeirinhas, agricultores familiares e ao meio ambiente.

Por Portal Vermelho

Bispos que compõem a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), da regional formada pelas províncias eclesiásticas de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte, manifestaram seu posicionamento contrário à privatização da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), que está no pacote de privatizações do governo de Michel Temer.

chesf2 O governo anunciou a privatização da Eletrobras, controladora da Chesf, para tentar cobrir o rombo nas contas públicas.

Durante a 52ª Assembleia Pastoral do Regional, em Lagoa Seca, na Paraíba, os bispos e arcebispos presentes ao encontro afirmaram que a privatização da Chesf causará um grande impacto, afetando especialmente as populações ribeirinhas, agricultores familiares e ao meio ambiente.

A posição dos bispos resgata o exemplo de dom Helder Câmara, que em momentos diversos articulou forças com representantes da sociedade e governantes para defender o desenvolvimento do Nordeste. Dom Helder teve a participação ativa na criação da Sudene.

Os bispos sentem-se motivados para convocar toda a sociedade a uma maior reflexão sobre as consequências da privatização, que viria causar danos irreparáveis ao meio ambiente e à sociedade.

Do Portal Vermelho, com informações do Brasil 247

Deixe uma resposta

dois × três =