Catequistas em Assembleia na Raposa Serra do Sol

Cerca de 443 catequistas participaram da segunda Assembleia na Região da Raposa Serra do Sol depois da homologação.

Por Philip Njoroge

A Região da Raposa Serra do Sol, na fronteira do Brasil com a Guiana Inglesa e a Venezuela realizou a segunda Assembleia dos Catequistas após a homologação, entre os dias 25 e 29 de janeiro de 2017, em Camará; Centro Regional da Região Baixo Cotingo. Essa Assembleia foi pensada e organizada pelos missionários e pelas missionárias da Consolata, padres Joseph Musito, Joseph Mugerwa, Jean, James, André e Philip e as irmãs Teresa, Kibinesh e Alda. O evento congregou as quatro Regiões da Raposa Serra do Sol: Serras, Raposa, Surumu e Baixo Cotingo.

assembleiaraposa1 Os catequistas começaram a marcar sua presença no dia 24 e a abertura oficial se realizou na manhã do dia 25 de janeiro com missa presidida por dom Mario Antônio, bispo da diocese de Roraima. Na sua homilia, dom Mario enfatizou o compromisso dos catequistas que são chamados a servir e ser a luz nas comunidades. Acompanhando o bispo estava o Superior Regional da Região Amazônica, padre Manolo Loro e o padre Lírio Girardi, pároco de Brasília que estava na Região comemorando 50 anos de seu sacerdócio. Tendo trabalhando em Roraima por 28 anos, padre Lírio resgatou a sua experiência na luta junto aos povos da Terra Indígena Raposa Serra do Sol compartilhando das suas alegrias e tristezas. Ele foi perseguido pelos fazendeiros, mas nunca desistiu.

A Assembleia reuniu cerca de 443 participantes, a maioria com expectativas de aprender e levar o conhecimento de volta para as suas comunidades de base, em vista a melhorar a vida comunitária e espiritual. Na parte da tarde do primeiro dia os catequistas veteranos, de maneira breve, atualizaram o bispo e os convidados da caminhada histórica do povo da Terra Indígena Raposa Serra do Sol. Na noite do primeiro dia, seguiu-se as apresentações dos participantes segundo as Regiões e no fim, os Missionários/as se apresentaram também.

A Assembleia foi um momento oportuno de formação, o conteúdo foi muito rico. Padre Henry, missionário comboniano trabalhando em Manaus, apresentou o tema: ministérios e serviços na Igreja e na comunidade. Ele baseou a sua partilha na Bíblia, enfatizando que os ministérios na Igreja são um serviço e não um cargo ou um trabalho em que a pessoa espera salário. Tendo trabalhando com os povos indígenas em Roraima por nove nos, conseguiu apresentar o tema tomando em conta a realidade do povo.

Relatou que na Igreja existem diferentes ministérios. Cada um recebe um ministério segundo a sua capacidade e dom. A pessoa deve usar o seu ministério como serviço à comunidade para o bem de todos. Segundo o livro dos Atos (At 1, 15-26), ministério instituído é um serviço, dom ou carisma que precisa do reconhecimento da autoridade da Igreja para testemunhar a fé e para o bem comum da comunidade eclesial e da humanidade. Segundo o livro dos Atos 18, 1-2.11, ministério não instituído é carisma, dom ou serviço dado pelo Espírito Santo e reconhecido pelo pároco a serviço da comunidade. Ele sublinhou que na Igreja tem serviços como; leitores, animadores, coroinhas, cantores, salmistas, músicos, coordenadores de jovens. Na comunidade indígena, tem serviços como tuxauas, capatazes, vigias da terra indígena, educadores não remunerados, vaqueiros, parteiras, agentes de saúde, agentes de saneamento básico, coordenadoras das mulheres, produtores de alimento, tradutores, contadores de histórias.

O último dia (29) da Assembleia foi marcado com uma grande festa de 116 anos de fundação do Instituto dos Missionários da Consolata e 106 anos de fundação do instituto das Missionárias da Consolata. O vice-superior regional dos missionários da Consolata na Região Amazônica, padre André presidiu a Missa solene de encerramento. Ele resgatou o histórico da Fundação dos dois institutos dos missionários e das missionárias. Os dois Institutos foram fundados em 1901 e 1910 respectivamente pelo Bem-aventurado José Allamano, padre da arquidiocese de Turim, norte da Itália com o carisma de promoção humana e evangelização.

Deixe uma resposta

1 × um =