CF 2012 é tema de reflexão dos Religiosos Brasileiros em Roma

Arlindo Pereira Dias, SVD em Roma

Os Religiosos Brasileiros em Roma - RBR, reuniram-se nesta quinta-feira, 16 de fevereiro no Colégio Pio para refletir sobre o tema da Campanha da Fraternidade 2012 "Que a saúde se difunda sobre a terra". O encontro reuniu 40 religiosas e religiosos e contou com a presença do reitor do Colégio Padre João Roque Rohr e do superior geral dos Missionários Scalabrinianos Padre Sergio Geremia e foi assessorado pelo diretor espiritual do Pio brasileiro, o jesuíta P. Paulo Lisboa.

Partindo da "referência cristológica da Campanha da Fraternidade 2012", padre Paulo recordou que "a Igreja sempre se preocupou com o tema da saúde" e "se empenhou e se empenha no cuidado da vida em perigo". Acrescentou ainda que "para a maioria dos que vivem o carisma da vida consagrada, a questão da saúde é muito familiar" e que continuam chamados a contribuir com "o aspecto espiritual da saúde pública". "A espiritualidade neo-testamentaria tem seu núcleo fundamental na pessoa de Jesus", por isso "a pessoa humana encontra em Jesus um incentivo para assumir e viver neste mundo de maneira mais integrada e saudável", salientou Lisboa.

Como conclusão de sua exposição o padre Paulo citou as palavras do Papa Bento XVI na alocução do Ângelus do dia 05 de fevereiro. Ao se dirigir aos enfermos o papa disse que "A doença pode ser um momento salutar no qual se pode experimentar a atenção dos outros e dar atenção aos outros". Durante os trabalhos em grupos, padre Paulo pediu que se refletisse sobre o efeito deste tema nas comunidades religiosas; o que ainda falta aos religiosos para ter uma vida mais saudável e proporcioná-la aos outros e o que pode ser feito em Roma, longe do Brasil para que esta Campanha se faça realidade.

Os grupos chegaram à conclusão de que muito ainda pode ser feito para que se viva com mais profundidade uma espiritualidade da saúde. Como ações concretas em relação à CF 2012, o grupo realizará a Via Sacra pelas ruas de Roma (como faz todos os anos) até a Praça São Pedro, concluindo com a oração do Ângelus feita pelo papa, dia 11 de março. Além disso o texto da Via Sacra será traduzido para o italiano e adaptado à realidade da Itália para que seja rezado nas diversas comunidades religiosas e com o povo. Como gesto concreto o grupo se comprometeu a uma maior atenção aos doentes das próprias casas e dos hospitais.

O encontro coincidiu com a proximidade da nomeação cardinalícia do arcebispo brasileiro dom João Braz de Aviz, que ocorreu no consistório do dia 18 de fevereiro. Como gesto de amizade e carinho para com o prefeito da Congregação para os Religiosos e Institutos de Vida Consagrada o grupo do RBR enviou um cartão com a assinatura dos presentes e ofereceu ao novo cardeal uma imagem típica do Cristo Latino Americano juntamente com o diário de dom Helder Câmara durante o Concilio Vaticano II na sua versão italiana que tem por titulo "Roma, due del mattino, Lettere dal Concilio Vaticano II".

Fonte: Arlindo Pereira Dias / Revista Missões

Deixe uma resposta

sete − quatro =