Um vitral de mil cores

Salvador Paruzzo *

Com a colaboração de muitas pessoas os vitrais da nossa Catedral estão sendo restaurados. Já foram recolocados dois grandes vitrais com as imagens de Jesus na última ceia e da aparição do Sagrado Coração de Jesus a Santa Margarida Maria Alacoque.

Admirando o maravilhoso efeito destes vitrais compostos por centenas de pedaços de vidros coloridos, harmoniosamente coligados e chumbados, fiquei imaginando como será a Igreja quando se realizará o sonho de Jesus, expresso na oração sacerdotal.

"Pai santo, guarda-os em teu nome, o nome que me deste, para que sejam um assim como nós somos um." (Jo 17, 17).

Celebrando a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos pedimos a Deus o dom da unidade, no entanto nos apercebemos que o número de Igrejas evangélicas e pentecostais aumenta sempre mais.

Certamente o Inimigo, que é chamado de Diabo, cuja palavra originária significa "aquele que divide", continua realizando a sua missão sem parar, continua separando as famílias, os partidos políticos, os torcedores de futebol, as raças, os povos, ricos e pobres, jovens e adultos etc.

O Espírito Santo, que Jesus enviou para permanecer conosco, como outro Consolador, impulsiona através de seus dons e carismas para levar a unidade e á comunhão.

O ecumenismo e o diálogo inter religioso, além do diálogo com pessoas de boa vontade, que não tem alguma referência religiosa, realizam um trabalho paciente e silencioso.

É o diálogo da Oração, o diálogo do Estudo teológico, e o diálogo da Vida.
No dia de Pentecostes, cerca de 60 pastores anglicanos foram ordenados sacerdotes católicos no Reino Unido.

Eles devem servir no Ordinariato pessoal de Nossa Senhora de Walsingham, como previsto na Constituição apostólica "Anglicanorum Coetibus".

Nos Estados Unidos a comunidade inteira da paróquia Episcopaliana de Saint Lukeem Bladensburg, no Estado de Maryland decidiu entrar em plena comunhão com a Igreja Católica durante este ano.

Também em nossa diocese estamos realizando encontros com pastores de outras igrejas, que nos ajudam a olhar uns aos outros como irmãos e não como inimigos.

Certamente vai chegar o tempo em que todas estas igrejas e comunidades, que nascem para ir ao encontro das necessidades da humanidade, como tantos pedaços de vidros di diferentes cores, pela força do Espírito Santo, se harmonizarão entre elas para formar um maravilhoso vitral.

Será a glória de Jesus, a unidade realizada, a Igreja que Ele sonhou e pela qual derramou o seu sangue. Será o sinal que levará toda a humanidade a acreditar, conforme a oração e profecia de Jesus: "Pai não te rogo somente por eles, mas também por aqueles que vão crer em mim pela sua palavra, para que todos sejam um como tu, Pai, estás em mim e eu em ti, e para que eles estejam em nós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste" ( Jo 17, 20-21).

* Dom Salvador Paruzzo, bispo de Ourinhos, SP.

Fonte: http://dioceseourinhos.wordpress.com

Deixe uma resposta

um × quatro =