Páscoa dos Povos Indígenas da Raposa Serra do Sol

Edson Damian *

Exulte de alegria conosco com a vitória definitiva dos Povos Indígenas da Raposa Serra do Sol. Dez votos contra um foi um resultado mais que surpreendente no atual STF. Resgate de uma dívida impagável frente aos massacres, genocídios e tantos outros crimes inomináveis praticados contra os primeiros habitantes de nossa pátria.

Não foram em vão os sofrimentos indizíveis dos índios Macuxi, Wapixana, Ingaricó, Patamana e Ingaricó nem contínuas perseguições sofridas pela Igreja de Roraima que soube colocar-se solidária e fraterna ao lado deles.

Presente pascal antecipado, o dia 19 de março de 2009 ficará na memória dos índios roraimenses como verdadeira Páscoa na conquista da terra que lhes fora usurpada pelos gananciosos colonizadores de ontem e de hoje. Presente de São José, padroeiro do Surumu, hoje maloca do Barro, sede da primeira missão beneditina, local que se tornou o coração da evangelização e promoção humana integral dos índios da TIRSS.

Chorei de alegria enquanto acompanhava os acertos finais dos juizes do STF sob a liderança sábia, serena e firme do Ministro Relator Carlos Ayres de Brito.

Nos 10 anos que tive a graça de ser missionário em Roraima fui testemunha dos momentos mais dramáticos desta luta história e também do seu desfecho feliz.

E agora, o Senhor me concede a imerecida graça de partir desta terra que tanto amei exultando de alegria com esta mais que justa e merecida vitória dos queridos parentes (entre os índios todos se consideram parentes) que tive a felicidade de conhecer, amar e servir. Talvez seja por esse motivo que o Senhor esteja me chamando para continuar minha missão entre os parentes de 22 etnias diferentes que constituem 90% da população da querida Igreja de São Gabriel da Cachoeira, no coração da Amazônia.

Reze por mim para que seja fiel à árdua missão que me espera na Diocese mais extensa (286.966 km2), mais isolada, mais indígena e mais pobre do Brasil.

A ordenação episcopal será em São Gabriel da Cachoeira, no dia 24 de maio, solenidade da Ascensão do Senhor e festa de Nossa Senhora Auxiliadora, padroeira dos heróicos missionários e missionárias de Dom Bosco que lá se encontram há 94 anos.

Abraço-te com afeto de irmão menor no Amor de Jesus.

* Edson Damian, sacerdote Membro da Fraternidade Sacerdotal Jesus Caritas de Charles de Foucuald. Nomeados bispos para a Diocese de São Gabriel da Cachoeira - Amazonas, no dia 04 de março de 2009.

*************

COM JESUS AMAR E SERVIR

Acabo de completar 61 anos. Como padre feliz esperava perseverar até o fim dos meus dias. Por isso, foi com surpresa e porque não dizer, com espanto, que recebi o convite do Papa Bento XVI para ser bispo em São Gabriel da Cachoeira, nesta imensa Amazônia. Depois de me aconselhar com vários bispos amigos e rezar com os monges na Cartuxa Nossa Senhora Medianeira, em Santa Maria-RS, decidi aceitar por vários motivos:

1. Gratidão a Deus que me ama sem medidas e à Igreja Católica que me acolheu em seu seio e confia em mim;

2. Desejo de prosseguir servindo a todos a partir dos pobres e dos índios, meus parentes, ainda mais numerosos no alto Rio Negro que em Roraima;

3. Colaborar na missão que heróicos missionários e missionárias realizam naquela Diocese;

4. Suceder e continuar o ministério apostólico de Dom José Song Sui Wan, SDB, a quem muito estimo e admiro;

5. Sob vários aspectos a Diocese de São Gabriel da Cachoeira tem as características daquele "último lugar" que o irmão Charles de Foucuald me ensina a buscar;

6. Sinto-me pequeno, pobre e pecador, mas confio inteiramente em Deus e na força do seu Espírito que age na fraqueza humana;

7.Espero contar sempre com o apoio da querida CNBB, da colegialidade dos bispos em comunhão com o sucessor de Pedro e também com a amizade e as orações do Povo de Deus.

"Com Jesus amar e servir" será o lema que norteará meu ministério episcopal. Na companhia e seguimento do amado Irmão e Senhor Jesus continuarei me esforçando para ser parecido com Ele, pois "a semelhança é a medida do amor". "O discípulo não está acima do Mestre; todo o discípulo bem formado será como o Mestre" ( Lc 6,40).

São João insiste em seu Evangelho no mandato do amor como Jesus amou. Esse "como" é mais que uma simples comparação, significa "na mesma medida", "do mesmo jeito". Depois do lava-pés Jesus explica o seu gesto: "Dei-vos o exemplo para que, como (= na mesma medida, do mesmo jeito) eu fiz, também vós o façais" (Jo 13,15). "Dou-vos um mandamento novo: que vos ameis uns aos outros como (= na mesma medida, do mesmo jeito) eu vos amei" (Jo 13, 34; 15,12).

A ordenação será em São Gabriel da Cachoeira, no dia 24 de maio, solenidade da Ascensão do Senhor e festa de Nossa Senhora Auxiliadora, sob cuja proteção quero colocar o meu ministério.

Espero contar sempre com sua oração, seu apoio e amizade.

Abraço você com afeto de irmão menor no Amor de Jesus.

Pe Edson Damian, Boa Vista- Roraima, 04 de março de 2009

Fonte: Edson Damian

 

Deixe uma resposta

2 − dois =