Cartum: Capital do Sudão é atacada

Combates entre exército sudanês e paramilitares deixam centenas de mortos e feridos em Cartum.

 Por Redação

A capital do Sudão, Cartum, está sob cerco e enfrenta explosões e combates entre o exército sudanês e os paramilitares das Forças de Intervenção Rápida (RSF). A situação é dramática e delicada, com o número de mortos e feridos civis aumentando a cada dia. Até o momento, cem mortes e milhares de feridos foram registrados, e os hospitais atingiram sua capacidade máxima, enquanto há apelos para que médicos e profissionais de saúde cheguem ao local. Os combates ocorrem em diferentes partes da capital, incluindo nas proximidades do palácio presidencial e pelo controle das pontes sobre o Nilo.

A situação também se precipitou em outras cidades importantes do país, especialmente na região sudanesa ocidental de Darfur, onde milícias conhecidas como "diabos a cavalo" são responsáveis por genocídios desde 2003. A FAO anunciou o fechamento de todas as suas atividades humanitárias no Sudão após o assassinato de três funcionários do organismo internacional.

Os generais do golpe, Buhan e Hamidati, que bloquearam a transferência de poder para um governo civil, agora estão travando guerra entre si, bloqueando o processo democrático. Apelos por um cessar-fogo foram feitos, e a União Africana está tentando chegar a Cartum para uma reunião direta com os dois generais. Os chefes de diplomacia da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes Unidos também entraram em contato com os dois generais por telefone.

Enquanto isso, a população que celebrou a queda da ditadura em 2019 enfrenta mais uma crise política. A situação degenerou-se em antecipação à assinatura de um acordo entre as autoridades governamentais, militares e as forças da sociedade civil para um governo de transição em direção às eleições em 2024. O Papa Francisco fez um apelo sincero para que o povo sudanês possa largar as armas e retomar o caminho da paz e da harmonia.

Com informações da Agência Fides

Deixe uma resposta

dezesseis − oito =