Assembleia da CNBB elege nova presidência

Reunidos em Aparecida para a 60ª Assembleia, bispos elegem presidência para o quadriênio 2023-2027.

Por Redação

Entre os dias 24 e 26 de abril, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realizou a eleição da sua presidência para o quadriênio 2023 a 2027. O arcebispo de Porto Alegre (RS) e atual primeiro vice-presidente da entidade, Dom Jaime Spengler, foi eleito presidente em terceiro escrutínio, com maioria simples dos votos, na sessão da tarde desta segunda-feira (24). Dom Jaime será o 14º presidente da CNBB.

Na manhã de terça-feira (25), em segundo escrutínio, o episcopado brasileiro elegeu Dom João Justino de Medeiros Silva, arcebispo de Goiânia (GO), como primeiro vice-presidente da entidade para o próximo quadriênio.

Dom Paulo Jackson Nóbrega de Sousa, bispo de Garanhuns (PE) e atual presidente do Regional Nordeste 2 da CNBB, foi eleito como segundo vice-presidente, também na manhã de terça-feira (25), durante a Assembleia Geral da CNBB.

Além disso, o bispo de Rio Grande (RS) e atual presidente da Comissão Episcopal para a Vida e a Família da CNBB, Dom Ricardo Hoepers, foi eleito novo secretário-geral para os próximos quatro anos.

A 60ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) elegeu o novo presidente da Comissão Episcopal para a Liturgia da CNBB. Dom Hernaldo Pinto Farias, bispo de Bonfim (BA), foi o escolhido para conduzir os assuntos de Liturgia no quadriênio (2023-2026).

Dom Maurício da Silva Jardim, bispo de Rondonópolis-Guiratinga (MT) foi eleito presidente para a Comissão Episcopal para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial e dom Leomar Brustolin, bispo de Santa Maria (RS) foi eleito  presidente da Comissão Episcopal para a Animação Bíblico-Catequética.

Com informações da CNBB.

Deixe uma resposta

treze − 1 =