Monsenhor Jonas Abib falece aos 85 anos

Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II, monsenhor Jonas Abib ficou internado um mês para tratamento de uma pneumonia e faleceu ontem, dia 12 de dezembro.

Por Assessoria de Imprensa
Monsenhor Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação e da Rede de Desenvolvimento Social Canção Nova falece aos 85 anos, após um mês internado para tratamento de uma pneumonia e luta contra um câncer desde 2021.
jonasabib2Foi um dos religiosos que mais se destacaram na ação evangelizadora da Igreja Católica, na América Latina, utilizando os meios de comunicação, e com a realização de grandes encontros de evangelização. Dedicou-se incessantemente ao anúncio do encontro pessoal com Cristo e da efusão no Espírito Santo, para uma mudança radical de vida em busca da santidade.Foi pregador, músico, escritor e articulista do Portal e da Revista Canção Nova. Ocupou o cargo de vice-presidente da Diretoria Executiva da Fraternidade Católica Internacional, órgão ligado ao Pontifício Conselho para Leigos da Santa Sé, em Roma, e foi um dos membros do Conselho Nacional da Renovação Carismática Católica no Brasil (RCC).Nasceu no dia 21 de dezembro de 1936, na cidade de Elias Fausto (SP). Era filho de Sérgio Abib, de ascendência sírio-libanesa, e de Josepha Pacheco Abib, de ascendência italiana.

Aos 12 anos, mudou-se para o município de Lavrinhas (SP) para iniciar os estudos na Congregação Salesiana. Estudou Filosofia no Instituto Salesiano de Filosofia e Pedagogia, em Lorena (SP), e Teologia no Instituto Teológico Salesiano Pio XI, em São Paulo (SP). Foi ordenado sacerdote em 1964 e adotou o lema “Feito tudo para todos”.

Monsenhor Jonas iniciou seus trabalhos com os jovens promovendo encontros e retiros para a juventude de São Paulo (SP). Depois de ingressar na Renovação Carismática Católica (RCC), em 1971, empenhou-se ainda mais no trabalho com a juventude.

No dia 2 de fevereiro de 1978, fundou a Comunidade Canção Nova, que tem a missão de evangelizar comunicando Jesus e a vida nova que Ele veio trazer, por meio de encontros e meios de comunicação social. Dois anos depois, inaugurou a Rádio Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP), e em 1989, a TV Canção Nova.

No dia 17 de outubro de 2007, recebeu do Vaticano o título de Monsenhor, a pedido de Dom Benedito Beni dos Santos, então bispo da Diocese de Lorena (SP), da qual a Canção Nova faz parte. Um reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à Igreja e ao povo de Deus.aonova.com), ele disse: “Mais que uma divina inspiração, é uma missão linda que o Senhor nos concede: sejamos o Grande Santuário da Divina Misericórdia. Que toda a Canção Nova possa ser esse grande Santuário da Divina Misericórdia. Isso significa que todos nós somos escolhidos, consagrados para sermos o coração, a face, o sorriso de Jesus para o outro”.Outro título recebido por ele foi o de Doutor Honoris Causa em Comunicação Pastoral, outorgado pelo Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium – UniSalesiano, em 31 de março de 2017.

Fonte: Canção Nova

Deixe uma resposta

nove + quinze =