Venezuela no caos

venezuela

Avança espectro da guerra civil. O exército assegura seu apoio a Maduro. Papa reza pelas vítimas e por todos os venezuelanos.

Cidade do Vaticano

Pelo menos 26 pessoas, segundo as ONGs, morreram nos confrontos em andamento na Venezuela, onde o avança espectro da guerra civil. O exército assegura seu apoio a Maduro. Após a autoproclamação do presidente “pró-tempore” da Assembleia Nacional Guaidò, apoiado pelos EUA e 16 países da OEA, dos 35, Maduro (apoiado pela Rússia, China e Turquia) acusa Washington de incitar ao golpe de Estado e expulsa aos estadunidenses do país.

Guaidò ofereceu anistia para quem quer voltar à ordem, inclusive o próprio Maduro. Os EUA estão pedindo para hoje uma reunião urgente do Conselho de Segurança. Ontem a declaração do diretor interino da Sala de Imprensa da Santa Sé Alessandro Gisotti: "O Santo Padre, recebeu no Panamá as notícias provenientes da Venezuela, acompanha de perto a evolução da situação e reza pelas vítimas e por todos os venezuelanos. A Santa Sé apoia todos os esforços que permitam poupar ulteriores sofrimentos à população". Os bispos lançam um apelo a não reprimir as manifestações.

Fonte: Vatican News

Deixe uma resposta

13 − um =