JMJ 2016: Jovens encontram-se no Jubileu da Misericórdia

O Papa vai estar na Jornada Mundial da Juventude de Cracóvia de 27 a 31 de julho.

Por Rádio Vaticano

“Bem-aventurados os misericordiosos pois alcançarão misericórdia” é o tema genérico desta Jornada Mundial da Juventude de Cracóvia neste ano de 2016. São milhares os jovens que estão chegando e a caminho para a Polônia para se encontrarem e partilharem a vida e a fé neste Jubileu da Misericórdia. Uma das catequeses em língua portuguesa destas jornadas será proposta pelo Cardeal brasileiro Odilo Scherer, arcebispo de S. Paulo, que falou à reportagem da Rádio Vaticano a este respeito:

cracovia2016jmjlogo“…vou estar presente para as catequeses em língua portuguesa… a temática geral é sempre a misericórdia segundo o tema geral: “Bem-aventurados os misericordiosos”. O encontro com a misericórdia de Deus, a experiência da misericórdia, o deixar-se acolher pela misericórdia de Deus é importante para os jovens, assim como a prática concreta das obras de misericórdia.”

“Eu penso que em Cracóvia há duas referências de interesse particular para a experiência da misericórdia: antes de mais o Santuário da Divina Misericórdia, a referência a São João Paulo II que tinha sido também arcebispo da cidade; depois, não longe de Cracóvia, há o campo de concentração de Auschwitz, onde tantas pessoas foram mortas nos fornos crematórios. Este é um sinal muito forte da falta de misericórdia, a falta de respeito pelos direitos humanos, da pessoa e da justiça. Mas, antes de mais, a falta de misericórdia faz endurecer o coração.”

“Portanto, tantos jovens irão a Cracóvia para ouvir este apelo muito forte: primeiro que tudo é preciso conservar o coração aberto àquela misericórdia que supera até a lei, a justiça; a misericórdia é a capacidade de ir além para estar próximo das pessoas que vivem situações de necessidade.”

Recordemos o programa da viagem do Papa Francisco à Polônia para esta XXXI Jornada Mundial da Juventude que será realizada na Cracóvia de 27 a 31 deste mês de julho:

O Santo Padre partirá do aeroporto romano de Fiumicino com destino a Cracóvia pelas 14h de quarta-feira dia 27. Encontros previstos com as autoridades, com a sociedade civil e com o Corpo Diplomático. Visita de cortesia ao Presidente da República e no final da tarde um encontro com os bispos da Polônia na Catedral de Cracóvia.

No dia 28, quinta-feira, o Papa irá de manhã em helicóptero, para Czestochowa, para rezar no Mosteiro de Jasna Gora junto da Virgem Negra da Polônia. Às 10h30 presidirá à Missa na área do Santuário de Czestochowa, por ocasião dos 1050 anos do Batismo da Polônia. Depois regressa a Cracóvia, onde, às 17h30, haverá a cerimônia de acolhimento dos jovens no Parque Jordan em Blonia, sempre na cidade de Cracóvia.

Na sexta-feira, dia 29 pelas 10h30 está prevista a visita ao campo de concentração de Auschwitz e, em particular ao campo de Birkenau. Será um momento de memória pelas vítimas da Segunda Guerra Mundial.

Na tarde de dia 29 pelas 16h30, em Cracóvia, Francisco visitará o Hospital Pediátrico Universitário, em Prokocim. Às 18h30, terá lugar a Via Sacra com os jovens no Parque Jordan em Blonia.

No sábado dia 30 de julho, pelas 8h30, será a visita ao Santuário da Divina Misericórdia, onde será feita a passagem através da Porta da Divina Misericórdia e o Rito de Reconciliação de alguns jovens no Santuário da Divina Misericórdia. Pelas 10h30 será a Missa com sacerdotes, religiosos, religiosas, consagrados e seminaristas polacos no Santuário São João Paulo II, em Cracóvia.

Às 12h45 será o almoço com os jovens no arcebispado e às 19h30 no Campus Misericordiae terá início a grande vigília de oração com os jovens.

No Domingo dia 31, às 10h será a Missa da Jornada Mundial da Juventude. De tarde pelas 17h encontro com os voluntários da JMJ e com o Comitê Organizador na Arena Tauron de Cracóvia. Às 18h15 a cerimônia de despedida no Aeroporto Balice de Cracóvia, estando prevista a chegada do Santo Padre ao aeroporto Ciampino às 20h25 de Roma.

Entretanto, de Portugal já estão a caminho de Cracóvia muitos jovens. Nesta JMJ estarão cerca de 7 mil jovens portugueses segundo informa a Agência Ecclesia. De norte a sul do país partem grupos de jovens que vão ao encontro do Papa na Polônia. Só da diocese do Porto vão estar nas JMJ mais de 600 jovens acompanhados pelo seu bispo D. Antônio Francisco dos Santos que será um dos representantes da Igreja Católica em Portugal na Jornada Mundiais da Juventude de Cracóvia.

Também da diocese de Setúbal segue um grupo de jovens que foi entrevistado pela Agência Ecclesia. O padre João Dias foi um dos entrevistados e salientou a importância das catequeses de preparação para a Jornada e revelou as suas expectativas em relação ao encontro com o Santo Padre.

Já o jovem setubalense Mauro Santos recordou à Agência Ecclesia a figura do Papa Bento XVI no encontro de Madri em 2011 considerando-o como alguém que naquele encontro lhe demonstrou o seu amor pela Igreja.

No programa das atividades dos jovens portugueses realce para a Luso-Festa uma iniciativa do Departamento Nacional da Pastoral Juvenil na tarde do dia 27 de julho, no Centro de Congressos de Cracóvia. Nesse encontro estará presente a jovem fadista Cuca Roseta que sempre desejou ir à Jornada Mundial da Juventude, mas nunca teve oportunidade.

Esta cantora portuguesa de 34 anos encontra-se num momento alto da sua carreira, com concertos para todo o verão e, no entanto, conseguiu arranjar tempo para viver esta experiência de encontro. Em entrevista à Agência Ecclesia a fadista revelou a enorme vontade que sempre teve de ir à JMJ.

Cuca Roseta participou em movimentos como as Equipes de Jovens de Nossa Senhora e ‘Comunhão e Libertação’ e afirmou ainda nesta entrevista à Agência Ecclesia que a Igreja Católica é a sua casa, “é onde vou buscar o sentido para tudo” – diz a fadista que sublinha não se imaginar a viver sem ser católica, “tudo o que fizesse seria vazio, não teria sentido” – declarou Cuca Roseta.

Fonte: Rádio Vaticano

Deixe uma resposta

três × dois =