Em rara aparição, Bento XVI discursa ao lado de Francisco

Cerimônia no Vaticano comemora 65º aniversário de ordenação de Bento XVI.

Por Reuters

O Papa emérito Bento XVI fez uma rara aparição pública nesta terça-feira, ao lado de seu sucessor, o Papa Francisco, dois dias depois de o Pontífice negar relatos de que o ex-líder católico ainda exerça forte influência no Vaticano.

bento-franciscoBento XVI, alemão de 89 anos, não usou bengala durante parte de uma cerimônia no Vaticano que comemorou o 65º aniversário de sua ordenação como padre, mas pareceu ter dificuldade para pronunciar algumas palavras quando agradeceu a Francisco e a um pequeno grupo de cardeais em italiano.

O ex-líder da Igreja Católica, em seu discurso, agradeceu a Francisco por deixá-lo viver os últimos anos de sua vida nos belos jardins do Vaticano, onde se sente protegido.

- Obrigado, Santo Padre, pela sua bondade, que eu sinto todos os dias da minha vida desde o primeiro momento após sua eleição - disse Bento XVI, falando sem ler. - Esperamos que possa continuar com todos nós nesse caminho de divina misericórdia, mostrando o caminho de Jesus em direção a Deus.

Em 2013, Bento XVI, citando motivos de saúde, se tornou o primeiro Papa a renunciar em cerca de 600 anos, encerrando um papado de quase oito anos marcado por um escândalo de vazamento de documentos que alegavam corrupção e malversação no Vaticano.

No domingo, em conversa com repórteres a bordo do avião papal na volta de uma visita à Armênia, Francisco foi indagado sobre os rumores dando conta que Bento XVI é uma espécie de Papa paralelo.

"Só existe um Papa", respondeu Francisco, que elogiou Bento XVI por "me proteger, zelar por mim com suas orações".

Francisco, que comparou a presença de Bento XVI no Vaticano a ter um "avô sábio" em casa, disse ter ouvido que, quando algumas autoridades da igreja procuraram o Papa emérito para se queixar de que Francisco é liberal demais, o alemão "os mandou passear".

Fonte: O Globo

Deixe uma resposta

9 + 13 =