CAM 3 Comla 8: A Igreja em Discipulado Missionário

Revista Missões

Os Congressos Missionários nasceram do amadurecimento da fé da Igreja e sua conseqüente prática missionária. Em 1995, Belo Horizonte foi sede do 5º Congresso Missionário Latino-Americano - Comla 5, marcando a participação do Brasil na dimensão missionária do Continente. Em 1999, na 6ª edição do Congresso Missionário Latino-Americano - Comla 6, na cidade de Paraná, Argentina, a pedido do Papa João Paulo II, se constituiu o 1º Congresso Missionário Americano - CAM 1. O objetivo era tornar efetiva a integração da Igreja no continente como fruto da Exortação Apostólica Eclesia in América. Por isso, pela primeira vez participaram do evento as delegações dos Estados Unidos e Canadá.

Entre os dias 12 e 17 de agosto, de 2008, Quito, capital do Equador, será a sede 3º Congresso Missionário Americano e 8º Congresso Missionário Latino-Americano (CAM 3 - Comla 8). O tema escolhido para esta edição é: "A Igreja em discipulado missionário", e o lema: "América com Cristo: escuta, aprende e anuncia". Participam do Congresso mais de 3 mil delegados de todo o Continente, missionárias e missionários convidados de vários países do mundo. O Brasil participa com 130 delegados escolhidos entre os 17 regionais da CNBB e 5 representantes da imprensa missionária. Em preparação para o CAM 3 - Comla 8, o Brasil realizou, no mês de maio, em Aparecida, o seu 2º Congresso Missionário Nacional. As conclusões, desafios e perspectivas decorrentes do Congresso sugerem uma Missão que convida a Igreja a buscar profundidade e extensão em sua ação evangelizadora.

Para o padre Daniel Lagni, diretor nacional das Pontifícias Obras Missionárias - POM, responsável pela delegação do Brasil no CAM 3 - Comla 8, "trata-se de um congresso continental sendo que o Brasil espera que a sua celebração sirva para impulsionar uma grande animação missionária e renovar o ardor pela missão, não só no interior dos países e do próprio Continente, mas sobretudo, para projetar-nos com maio coragem para a missão além-fronteiras, universal". Padre Daniel recorda que "a reflexão missionária moderna nas Américas tem seu desabrochar nos anos 60 do século passado, a partir de dois fatores: o despertar da vocação missionária no continente e as orientações do Concílio Vaticano II, principalmente do Decreto Ad Gentes afirmando que a Igreja peregrina é missionária por natureza".

Historicamente o objetivo dos Congressos foi estimular, educar e celebrar o compromisso dos fiéis com a missão universal da Igreja, ou seja, Ad Gentes, ou atividades missionárias no sentido específico para diferenciar da atenção pastoral ordinária nas Igrejas. Para os organizadores do CAM 3 - Comla 8, essa reflexão trouxe avanços significativos na consciência missionária do continente, influenciando até mesmo a V Conferência do CELAM, realizada em Aparecida, SP, em maio de 2007, que coloca a Igreja em estado permanente de Missão.

A temática desenvolvida pelo Instrumento de Trabalho do Congresso, encontra-se organizada em três eixos: Discipulado, Pentecostes e Evangelização, que devem orientar a missão da Igreja para a humanidade. Estudado pelas Conferências Episcopais e organismos missionários, a reflexão aponta para o valor fundamental da ação da Igreja: "A Missão é para o Reino de Deus e para a humanidade inteira e seu futuro. Como a Igreja, a Missão é convocada dentre toda a humanidade e posta para toda ela; está marcada indelevelmente de universalidade..." (n.189). Ao refletir sobre esse horizonte universal, o Congresso faz memória do legado da Constituição Pastoral Gaudium et Spes, do Concílio Vaticano II, procurando ver e sentir o mundo, família humana universal, com os olhos e o coração cheios de compaixão de Deus.

O CAM - 3 Comla 8 vislumbra uma Igreja comunidade discípula de Jesus, guiada pelo Espírito e missionária para a humanidade. Nela os cristãos procuram ter as mesmas atitudes de Jesus, que via as dores do povo e sentia compaixão. A comunidade que foi enviada por Jesus e foi entusiasmada por seu Espírito protagonista da Missão, anuncia o Reino de Deus a todos os povos. A Evangelização dirige-se à sociedade e às culturas, à própria Igreja e ao mundo enquanto casa comum.

Os números do CAM3 - Comla 8
- 3110 participantes nacionais e estrangeiros

- 1219 missionários dos 5 continentes serão hospedados em casas de famílias de Quito, assim como também, 955 missionários nacionais.

- 94 convidados especiais entre: Presidentes de Conferências Episcopais, Superiores Gerais de Congregações Religiosas, Provinciais, Delegados de Comunidades Religiosas, Autoridades Eclesiásticas, Conferencistas, Comentaristas e outros convidados, vindos da Itália, Espanha, Alemanha, Polônia, Suíça, Portugal (Europa) Colômbia, Brasil, Honduras (América) Etiópia (África) Papua Nova Guiné (Oceania) e Indonésia (Ásia).

- O CAM 3- Comla 8 terá 16 fóruns.

- 2153 famílias, e 91 paróquias acolherão os participantes.

- 500 jovens estarão a serviço dos assistentes e organizadores do CAM 3- Comla 8.

- 200 pessoas de 16 comissões trabalham para o funcionamento das áreas estratégicas do Congresso.

 

Fonte: Revista Missões

Deixe uma resposta

18 + 8 =