Vítimas das barragens recebem solidariedade através de doações e orações

2676097

Desabrigados relatam cenas de horror na tragédia de Mariana. (Foto: Cristiane Mattos)

Por Redação

Uma missa de sétimo dia será celebrada às 19h da próxima quinta-feira (11) na Praça da Sé, em Mariana (MG), em homenagem às vítimas do rompimento de duas barragens de rejeitos da mineradora Samarco. O anúncio foi feito nesta segunda (9) pelo arcebispo da cidade, Dom Geraldo Lírio Rocha.

Tenho visitado as vítimas. Impressiona a serenidade e a paz de pessoas tão marcadas pelo sofrimento e pela dor. Sem desespero, sem revolta, mas com esperança de que se possa encontrar uma solução", disse. "Não sei nem se a gente pode falar em solução. Pelo menos, um encaminhamento que venha minorar tanto sofrimento, tanta dor e tanto prejuízo.

Segundo ele, as aulas no seminário de Mariana foram interrompidas para que os seminaristas possam se dirigir aos locais que fazem o acolhimento de famílias desabrigadas e dar apoio às vítimas.

“Lamentamos profundamente que o que ocorreu aqui tenha repercussões tão negativas, duras e difíceis em outras localidades para além das fronteiras de nossa arquidiocese e para além das divisas do estado”, disse o arcebispo Dom Geraldo Rocha.

Nota da arquidiocese de Mariana sobre a tragédia em Bento Rodrigues

Somos atribulados, mas não desanimamos; postos em dificuldade, mas não vencidos; prostrados por terra, mas não aniquilados (cf. 1Cor 4,8s)

A arquidiocese de Mariana lamenta profundamente a tragédia ocorrida na tarde desta quinta-feira, 5 de novembro, no Distrito de Bento Rodrigues, neste Município de Mariana, provocada pelo rompimento da barragem de rejeitos Fundão, da empresa Samarco Mineradora, vitimando centenas de pessoas. Manifestamos nossa mais sentida solidariedade às famílias que tiveram suas casas e seus bens destruídos e às que choram a morte de seus entes queridos, vítimas dessa catástrofe de proporções incalculáveis.

O momento é de unir esforços para minimizar a aflição e o sofrimento de todos os que foram atingidos por essa tragédia. Exortamos nossas comunidades a prestarem sua solidariedade às vítimas, acolhendo-as, doando alimentos e roupas, confortando-as, oferecendo-lhes suas preces. A generosidade de todos será bálsamo a atenuar a aguda dor que toma o coração dos irmãos e irmãs que sofrem com essa terrível catástrofe.

A apuração das responsabilidades por tamanha tragédia é uma exigência da justiça e condição para que tal situação nunca mais se repita.

Rogamos a Deus fortalecer e consolar, com seu amor generoso, todos os que foram atingidos por esse acidente. A fé nos aqueça a esperança e nos estimule a solidariedade para diminuir a dor que é de todos os marianenses e que deixa enlutados este município e o Estado de Minas Gerais. Nossa Senhora da Assunção e São José, Padroeiros de nossa Arquidiocese, intercedam por todos nós neste momento de profunda dor e grande sofrimento.

Mariana, 5 de novembro de 2015

Dom Geraldo Lyrio Rocha, arcebispo de Mariana


Doações

AC_Donativos-para-desabrigados-apos-rompimento-de-barragem-em-Mariana-MG_07112015002-850x565

Donativos para as vítimas do rompimento de barragem no distrito de Bento Rodrigues, zona rural de Mariana, em Minas Gerais. (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

A prefeitura de Mariana ainda está recebendo doações. A prioridade agora são materiais de uso pessoal como escovas de dente, roupas intimas, toalhas de banho, copos, talheres e pratos descartáveis. Para doações fora do município a prefeitura disponibiliza uma conta bancária no Banco do Brasil através do CNPJ: 18.295.303/0001-44, Agência: 2279-9, Conta Corrente: 10.000-5. Todos os donativos serão recebidas no Centro de Convenções Alphonsus Guimaraens, localizado na Avenida Getúlio Vargas, s/n, Centro.


 

Fonte: EBCArquidiocese de Mariana (MG)

Deixe uma resposta

quatro × um =