O carisma de Chiara Lubich a serviço da Igreja

O carisma de Chiara Lubich a serviço da Igreja e da humanidade

Por Aleteia

chiara-lubichEntre os dias 21 a 25 de setembro realizou-se em Vargem Grande Paulista -SP, na Mariápolis Ginetta, um congresso para bispos, padres, diáconos e religiosos. Nestes dias foi apresentado o Carisma da Unidade, nascido da experiência de Chiara Lubich, fundadora do Movimento dos Focolares.

Com o tema: “O carisma de Chiara Lubich a serviço da Igreja e da humanidade”, e tendo como pano de fundo as três palavras que o Papa Francisco confiou ao Movimento do Focolares, no mês de setembro de 2014: “Contemplar, Sair e Inovar”. Na ocasião o Santo Padre, evocou: ‘o carisma da Unidade que o Pai quer dar à Igreja e ao mundo’, como uma característica central da Obra de Maria, mais conhecido como Movimento dos Focolares; também ressaltou que há cinquenta anos, desde o Vaticano II, a Igreja chama a todos a percorrer uma nova etapa da evangelização.

Na terça-feira dia 22, foi refletido e aprofundada a experiência do Contemplar, foi um momento de profundo paraíso, pois a experiência do contemplar foi iluminada pelo testemunho vivo de alguns bispos, padres, diáconos e religiosos que vivendo uma profunda contemplação, puderam oferecer a todos os participantes a graça de ver o que Deus faz na vida de homens que tiveram a coragem de se deixar modelar por Jesus. Citando a meditação de Chiara Lubich - "A atração dos tempos modernos" – o Papa nos falava: "Hoje é urgente que toda a Igreja seja contemplativa, mas aquela contemplação que Chiara nos ensinou: 'eis a grande atração dos tempos modernos, viver na mais alta contemplação mergulhado na humanidade, homem ao lado do homem'".

Na quarta-feira foi refletido a dinâmica do Sair, sintonizado com a homilia do Papa Francisco na Canonização do Pe. Junípero Serra, nos EUA. Dizia o Papa, que o santo: “Soube viver aquilo que é «a Igreja em saída», esta Igreja que sabe sair e ir pelas estradas, para partilhar a ternura reconciliadora de Deus”. Durante o dia, foi partilhado três experiências de engajamento social, que tiveram sua fonte inspiradora no carisma da Unidade: “A casa do Menor”, do Pe. Renato Chiera, as várias obras sociais do Pe. Wilson Groh, nos morros e favelas de Florianópolis e a experiência da Fazenda da Esperança, comunicada pelo Pe. Chistian Hain. Tais experiências transformaram e transformam milhares de crianças, jovens e adultos que estavam em situação de vulnerabilidade.

No terceiro dia, foi refletido a urgência do “Inovar”, esta terceira palavra oferecida pelo Papa ao movimento dos Focolares, ressoa como uma urgência para estes novos tempos: “Há que formar, como exige o evangelho, homens e mulheres novos. Para tal, ocorre uma escola de humanidade à medida da humanidade de Jesus. É Ele, de fato, o homem novo...” dizia o Papa na Assembleia do Movimento dos Focolares.

Muitos falaram que o Carisma da Unidade os ajuda a responder criativamente as problemáticas de nosso tempo. De modo especial foi apresentado pela Diretora Ana Maria a influência do Carisma da Unidade na educação, contando experiências aqui no Brasil, como também experiências educativas na Europa, no Oriente Médio e na África. Também na Política o Carisma da Unidade tem a sua contribuição para uma política nova, tão necessitada em nossa época. Sérgio Prévidi nos contou sobre o grupo de espiritualidade que existe no Congresso Nacional e busca verdadeiramente uma política marcada pela justiça e fraternidade. No campo da Economia foi apresentada a experiência da Economia de Comunhão, comprometida com os pobres e a formação de homens novos.’

Fonte: aleteia.org

Deixe uma resposta

um × 2 =