Natal em Cabo Verde - o testemunho de um missionário

Rádio Vaticana

"Os natais de África são despidos de consumismo, das catedrais do consumo de compras e prendas e são centralizados no essencial" - quem faz esta afirmação é o Padre Nuno Rodrigues dos Missionários do Espirito Santo que viveu 14 anos em Cabo Verde.

Em entrevista à Agência Ecclesia o Padre Nuno recorda que a missa do Natal em Cabo Verde começa, por exemplo, às 21horas e acabava à 1 da manhã, numa experiência diferente da realidade europeia sobre o nascimento de Jesus. A Eucaristia para além da encenação do nascimento conta também com a adoração do Menino Jesus, onde "seguramente três mil a quatro mil pessoas" estão durante uma hora em adoração. O padre Nuno Rodrigues recorda que em Cabo Verde são os mais simples e os mais pobres de Deus, que são capazes de abrir o coração às necessidades dos outros. Este missionário afirma que são natais despidos de consumismo.

Atualmente a viver em Portugal, este sacerdote espiritano dedica-se à animação missionária e considera que a música é outra componente essencial do Natal em Cabo Verde que se destaca pelas típicas mornas e coladeiras que "exaltam o espírito do Natal, o espírito missionário, o espírito de doação e entrega" - revela ainda o Padre Nuno Rodrigues.

Fonte: br.radiovaticana.va

Deixe uma resposta

4 × três =